Meteorologia

  • 25 ABRIL 2024
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 19º

Arcos de Valdevez vai investir 1,2 milhões na melhoria do espaço público

A Câmara de Arcos de Valdevez abriu hoje um concurso público, pelo valor base de 1,2 milhões de euros, para melhorar as acessibilidades em dois quilómetros de espaço público, segundo um anúncio publicado em Diário da República (DR).

Arcos de Valdevez vai investir 1,2 milhões na melhoria do espaço público
Notícias ao Minuto

12:23 - 06/06/23 por Lusa

País Arcos de Valdevez

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara de Arcos de Valdevez, no distrito de Viana do Castelo, adiantou que projeto "Acessibilidade 360º", financiado pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), compreende uma área de intervenção de dois quilómetros na União das Freguesias de Arcos de Valdevez (Salvador), Vila Fonche e Parada.

"O objetivo é criar melhores acessibilidades a pessoas com mobilidade reduzida, como às famílias que passeiam pelo centro da vila com carrinhos de bebés, entre outras situações", explicou João Manuel Esteves.

O autarca social-democrata adiantou que a obra, com prazo de execução de 240 dias, "abrange toda a marginal da sede do concelho, desde a ponte do Toural até à ponte Nova, e que preconiza a alteração de passeios, passadeiras, sinalização, entre outros".

De acordo com informação que consta do projeto, a que a Lusa teve hoje acesso, a obra "abrange a zona mais importante do centro urbano da vila onde estão localizados diversos edifícios de habitação, serviços e comércios e vários equipamentos públicos desportivos, transporte e proteção civil, assim como bolsas de estacionamento público, parques infantis e diversos espaços verdes de lazer e de utilização pública".

A intervenção visa privilegiar a ligação entre os principais polos de circulação pedonal no centro da vila, intervindo nos percursos, habitualmente mais utilizados pelos habitantes, procurando regenerar, nas áreas de intervenção, as atividades económicas e sociais da população.

"A artéria referenciada passa a ser em toda a extensão nomeadamente a margem direito do rio Vez, acessível a pessoas com mobilidade condicionada, configurando uma só estrutura viária onde o peão predomina com adequadas condições de segurança e de utilização do espaço público", refere a autarquia.

A câmara refere que o projeto permite integrar o Campo do Trasladário na estrutura urbana, valorizando cumulativamente espaços de estrada e de atravessamento através da elevação pontual da plataforma rodoviária, "com a colocação de adequado pavimento, que lhe confere dimensão potenciadora de uma utilização diversificada e acessível, nomeadamente, para múltiplos eventos e atividades lúdicas".

"O Campo de Trasladário assumir-se-á como uma grande praça urbana da sede do concelho em estreita relação com o rio Vez", sustenta a autarquia.

O projeto prevê que as passadeiras existentes em toda à área de intervenção passarão a ser niveladas pela altura dos passeios, e tratadas por forma a reforçar as condições de segurança por parte dos transeuntes, "contribuído de forma ativa para a redução da velocidade automóvel".

Os "percursos interiores, na continuidade da intervenção serão requalificados e tornados acessíveis, promovendo a penetração pedonal a outras zonas de interesse do centro urbano da vila, como é o caso do centro histórico".

O município destaca que esta intervenção é de "especial importância, dado o uso que os cidadãos dão ao espaço, como zona de circulação e lazer".

Leia Também: Arcos de Valdevez abre concurso de 575 mil euros para 17,7 km de ecovia

Recomendados para si

;
Campo obrigatório