Meteorologia

  • 22 FEVEREIRO 2024
Tempo
11º
MIN 12º MÁX 18º

Embaixada portuguesa em Ancara cria grupo WhatsApp para emergências

A Embaixada de Portugal em Ancara criou um grupo no WhatsApp para que os cidadãos portugueses no país possam usar em qualquer emergência e pediu aos que se encontram no país que obedeçam às recomendações da proteção civil.

Embaixada portuguesa em Ancara cria grupo WhatsApp para emergências
Notícias ao Minuto

07:51 - 07/02/23 por Lusa

País Sismo na Turquia

Numa mensagem disponível no Portal Diplomático, a Embaixada indica ter sido criado o grupo de WhatsApp Sismo na Turquia - Embaixada de Portugal em Ancara ao qual os cidadãos podem aderir através desta ligação.

"Para qualquer emergência poderá contactar a Embaixada de Portugal em Ancara através do número de telemóvel +90 532 605 13 57, ligado 24 horas por dia e também disponível em WhatsApp", é referido na informação disponibilizada pela embaixada portuguesa, inserida no 'site' do Portal Diplomático .

A Embaixada aconselha também os cidadãos que se encontrem na Turquia a manter a calma, que não se desloquem para as zonas acidentadas e a obedecer às instruções da proteção civil do país.

Na nota, a Embaixada de Portugal em Ancara manifesta a sua "solidariedade e simpatia com todos os familiares e amigos das vítimas do sismo ocorrido esta noite [segunda-feira] na Turquia e expressa o desejo de que juntos conseguiremos ultrapassar esta tragédia mais fortes e unidos".

Mais de 4.300 pessoas morreram e pelo menos 19 mil ficaram feridas na Turquia e na Síria devido a dois sismos, um dos quais de magnitude 7,8 na escala de Richter, registados na segunda-feira.

Os sismos causaram ainda o desabamento de mais de 5.600 edifícios na Turquia. Equipas de resgate continuaram esta madrugada as buscas por sobreviventes nos escombros, com os trabalhos a serem limitados por chuva, neve e descida das temperaturas.

Pelo menos 2.921 pessoas foram mortas em 10 províncias turcas, com quase 16 mil feridos, avançou esta manhã a agência de gestão de desastres da Turquia.

O número de mortos em áreas controladas pelo governo na Síria subiu para 656 pessoas, com cerca de 1.400 feridos, de acordo com o Ministério da Saúde sírio.

No noroeste da Síria, controlado pelos rebeldes, pelo menos 700 pessoas morreram, com cerca de dois mil feridos, disse o grupo de resgate Capacetes Brancos.

Dezenas de países já anunciaram que vão enviar ajuda, pessoal e equipamentos para ajudar nos esforços de resgate.

O tremor de terra ocorreu a 33 quilómetros da capital da província de Gaziantep, no sudeste da Turquia, próximo da fronteira com a Síria, a uma profundidade de 17,9 quilómetros.

Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) o sismo registou uma magnitude de 7,8 e sentiram-se dezenas de réplicas, uma das quais de pelo menos 7,6.

Leia Também: AO MINUTO: Mais de 4.800 mortos; Porto de Iskenderun continua a arder

Recomendados para si

;
Campo obrigatório