Meteorologia

  • 28 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 27º

São João da Pesqueira. Chuvas trazem água a nascente seca "há 2 anos"

Em novembro, segundo dados oficiais, a água armazenada nas barragens para regadio em Trás-os-Montes era quase metade do normal para esta época do ano, ainda sem impactos das chuvas de outono.

Notícias ao Minuto

16:23 - 12/12/22 por Notícias ao Minuto com Lusa

País Trás-os-Montes

A chuva dos últimos dias que se faz sentir um pouco por todo o país, tem permitido aliviar o problema de falta de água em algumas regiões, como é o caso de Trás-os-Montes.

De acordo com a página do Facebook do Meteo Trás os Montes - Portugal, as nascentes da região estão a começar a ter água.

Numa imagem partilhada na rede social, é possível ver-se um curso de água em São João da Pesqueira "que estava seco há 2 anos", escrevem na nota.

Em novembro, segundo dados oficiais a que a Lusa teve acesso, a água armazenada nas barragens para regadio em Trás-os-Montes era quase metade do normal para esta época do ano, ainda sem impactos das chuvas de outono.

Todas as 13 barragens monitorizadas semanalmente na região pela Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte (DRAPN) tinham apresentado, no último relatório disponibilizado no mês passado, níveis de armazenamento abaixo da média dos últimos cinco anos.

Nos dados recolhidos a 18 e 21 de novembro, os 13 aproveitamentos hidroagrícolas somam pouco mais de um terço, 35,6%, da capacidade de armazenamento de água, quando nos quatro anos anteriores o valor ultrapassava os 60%.

Arcossó e Vale Madeiro, em Mirandela (Bragança), são as barragens com os valores mais críticos na região, a primeira com menos de 7% e a segunda com pouco mais de 9% da capacidade total de armazenamento.

O Alto Tâmega e Mirandela são as zonas onde tem chovido menos na região, segundo a diretora regional, e isso nota-se no “armazenamento muito baixo”.

A seca obrigou os agricultores do vale a recorrerem à rega mais cedo do que é habitual, com recurso às barragens que não tinham conseguido recuperar do anterior inverno sem chuva.

As campanhas de rega foram encerradas em todos os empreendimentos e agora resta, segundo a diretora regional, “que o inverno venha com mais precipitação”, caso contrário será impossível repor os valores de armazenamento.

Veja o vídeo acima.

Leia Também: Câmara de Lisboa alerta para situação do estado do tempo e pede cautela

Recomendados para si

;
Campo obrigatório