Meteorologia

  • 07 FEVEREIRO 2023
Tempo
MIN 6º MÁX 13º

Mordidelas, pontapés e murros. Detidos em Lisboa por agressão a agentes

Detenções aconteceram em várias estações de transportes públicos em Lisboa.

Mordidelas, pontapés e murros. Detidos em Lisboa por agressão a agentes

A Polícia de Segurança Pública (PSP) anunciou, esta sexta-feira, que fez três detenções em Lisboa na sequência de "agressão, resistência, injúrias, ameaças e coação" a agentes da autoridade.

De acordo com uma nota enviada ao Notícias ao Minuto, os episódios aconteceram nos dias 26 e 28 de novembro.

A primeira situação ocorreu na estação do Cais do Sodré, quando no âmbito de policiamento preventivo, agentes da autoridade viram um jovem, de 21 anos, com escoriações na face. Após abordagem policial, o a suspeito terá ficado "visivelmente transtornado e agressivo, sempre com uma pose ameaçadora e hostil, foi, por diversas vezes, advertido para cessar tal comportamento, não acatando a ordem".

Os agentes solicitaram o seu documento de identificação, tendo verificado que o jovem estava "apurado" para um pedido de averiguações sobre existência de bens, do Tribunal Judicial de Pequena Criminalidade da Comarca de Lisboa. Enquanto os agentes tentaram colocar o suspeito no carro, este terá "por diversas vezes" tentado morder o braço de um dos profissionais. Já na esquadra, o mesmo suspeito esmurrou um agente na zona da boca, e foi detido.

Nesse mesmo dia, também na estação ferroviária da Reboleira se deu um episódio de violência policial. O suspeito, com 23 anos, passou os torniquetes junto a outro passageiro "sem se aperceber da presença" dos agentes, que o abordaram. Face a esta abordagem, o jovem foi "agressivo" e agrediu um dos agentes, dando-lhe "um soco na zona lombar e arranhando na face e no pescoço outro polícia".

Dois dias depois, outro jovem foi detido na estação de metro de Olaias, depois de os agentes avistarem um passageiros a passar os torniquetes e dizendo 'All cops are bastards' ['Todos os polícias são sacanas', em tradução livre].

Questionado sobre se a afirmação era para os agentes no local, o homem acelerou o passo e os agentes intercetaram-no.

"Na sequência da abordagem foi solicitado o seu documento de identificação, para averiguar se pendia algum ilícito criminal sobre o mesmo, tendo o suspeito recusado, dirigindo-se aos Polícias num tom agressivo e gesticulando, enquanto os injuriava", refere a nota, que explica também que o homem tentou abandonar o local - continuando com as injúrias - e foi detido.

"Já no exterior da estação, o detido pontapeou a porta lateral traseira da viatura policial, tendo resistido a entrar na mesma, enquanto tentava infligir auto-ferimentos, com as algemas", acrescenta a força policial.

Os detidos foram notificados para comparecerem na Instância Local Criminal de Lisboa – Secção de pequena Criminalidade.

Leia Também: "'Fadiga de guerra' é perigosa para nós". Zelenska faz apelo ao Ocidente

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório