Meteorologia

  • 05 FEVEREIRO 2023
Tempo
15º
MIN 9º MÁX 18º

Conferência Episcopal Portuguesa pede "convergências" para combater crise

O presidente da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) alertou hoje para a "grave crise socioeconómica" e pediu "convergências de regime com base nos partidos e com consistência parlamentar", que permitam mitigar os efeitos da inflação e combater a pobreza.

Conferência Episcopal Portuguesa pede "convergências" para combater crise

Na abertura da Assembleia Plenária de novembro da CEP, José Ornelas lembrou que, "como consequência ainda da pandemia e sobretudo da guerra, que grassa na Europa (...), o mundo enfrenta" uma "grave crise socioeconómica".

"Entre os mais prejudicados estão, como sempre, os mais vulneráveis: as famílias pobres e de baixos rendimentos, os jovens à busca de emprego, os idosos e agora as famílias de classe média, com grandes taxas de esforço para honrar os compromissos com a habitação e a educação dos filhos, os pequenos e médios empresários, que dão emprego a muita gente através dos seus empreendimentos, que veem deteriorar-se a sua vida e o seu contributo para a sociedade, pelo agravamento das taxas de juro e o aumento galopante da inflação", disse o também bispo de Leiria-Fátima, José Ornelas.

Para o prelado, "as políticas até agora definidas na Europa e em Portugal, podem diminuir algumas consequências, mas ao arrastarem-se no tempo não vão resolver os maiores problemas".

"As medidas paliativas de emergência tomadas pelo Governo português são importantes para responder ao apoio de emergência, mas é imprescindível realizar convergências de regime com base nos partidos e com consistência parlamentar, a fim de concretizar políticas estruturais, de médio e longo prazo, que permitam mitigar os efeitos da inflação e incentivar o crescimento, tendo como preocupação o combate à pobreza, a diminuição das desigualdades sociais e o bem-estar dos cidadãos, com uma mais justa repartição da riqueza", exortou José Ornelas.

O bispo chamou também a atenção para a situação de dificuldade em que se encontram muitas instituições particulares de solidariedade social, face ao aumento dos custos.

"Também nas instituições de solidariedade social, muitas das quais ligadas à Igreja Católica, a crise acentua-se, colocando em risco a sustentabilidade destas. A justa e imperiosa necessidade de aumentar os ordenados dos trabalhadores destas instituições para fazer face à inflação e aos baixos salários que já recebem, confronta-se com a situação financeira aflitiva em que estas instituições já se encontravam, particularmente devido à pandemia", disse o presidente da CEP perante o plenário do episcopado católico português.

Segundo José Ornelas, "impõe-se uma atenção especial, por parte do Estado, que sustenta apenas uma parte limitada do esforço financeiro destas instituições, de modo que a sua falência não venha agravar a situação das centenas de milhares de pessoas que delas dependem".

A Assembleia Plenária da CEP, que hoje começou em Fátima termina na quinta-feira e na agenda de trabalhos está, entre outros temas, a questão dos abusos sexuais de menores no seio da Igreja.

"Proteção de menores e adultos vulneráveis: situação atual do processo" é o ponto inscrito na ordem de trabalhos da Assembleia Plenária da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), que se inicia poucos dias depois de terminado o período de recolha de dados pela Comissão Independente para o Estudo dos Abusos Sexuais contra as Crianças na Igreja Católica Portuguesa para o relatório que apresentará no dia 31 de janeiro de 2023.

Os bispos portugueses, nesta reunião plenária que se prolongará até quinta-feira, vão analisar também o documento "O Dom da Vocação Presbiteral. Ratio Nationalis Istitutionis Sacerdotalis", com orientações para a formação sacerdotal.

Estas novas orientações visam, nomeadamente, reforçar "os critérios de admissão" nos seminários e a "preparar melhor os futuros padres em todas as dimensões".

A preparação da Jornada Mundial da Juventude Lisboa 2023 ou o Sínodo 2021-2024, nomeadamente a participação na chamada "etapa continental", bem como o orçamento da CEP para 2023 e informações e propostas das diferentes comissões episcopais, são pontos também previstos na ordem de trabalhos.

Leia Também: Medina pede "coordenação" entre política orçamental e monetária

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório