Meteorologia

  • 27 NOVEMBRO 2022
Tempo
12º
MIN 8º MÁX 19º

Ciência sai à rua em cidades que recebem Noite Europeia dos Investigadores

A ciência vai sair hoje à rua em várias cidades portuguesas que recebem a Noite Europeia dos Investigadores, uma iniciativa que se repete em vários países para aproximar os cientistas do público.

Ciência sai à rua em cidades que recebem Noite Europeia dos Investigadores
Notícias ao Minuto

06:22 - 30/09/22 por Lusa

País Ciência

Lisboa, Coimbra, Braga, Vila Nova de Gaia e Évora são algumas das cidades portuguesas onde o final do dia será dedicado à ciência, estando planeadas centenas de atividades em que a ciência se junta às artes, à política e até aos super-heróis.

Em Lisboa, a Noite Europeia dos Investigadores terá mais do que um palco. Um deles é o já habitual Centro Ciência Viva que, sob o mote "O que faz o coração de um cientista bater quando não está a trabalhar?" quer dar a conhecer as paixões não científicas dos cientistas.

"Engenheiras que adoram xadrez e sociólogos que não abdicam de um passeio de bicicleta, sem esquecer astrofísicos que divagam horas ao piano", exemplifica o programa, explicando que "existe uma outra vida, paralela aos laboratórios e centros de investigação" a que vão dedicar a edição deste ano.

A partir das 18:00 e até à meia-noite, haverá espetáculos musicais e circenses, conversas com políticos que também são cientistas, incluindo a ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, jogos entre investigadores e o público, 'workshops' de culinária, artes marciais ou croché, além da apresentação de mais de 50 projetos.

Parte da noite poderá ser também passada a bordo de um catamarã, numa viagem com conversas, comédia e "speed-dating" ao longo do rio Tejo, entre o Pavilhão do Conhecimento e a Fundação Champalimaud, que recebe pela primeira vez a Noite Europeia dos Investigadores.

Na sua estreia de participação na iniciativa europeia, a Fundação organiza cerca de 60 atividades, entre as 15:00 e a meia-noite, incluindo espetáculos de música e dança, exposições, debates, visitas guiadas aos laboratórios da Champalimaud, oficinas dedicadas à arte e ao desporto, e "estações de ciência" sobre diversos temas, como saúde, alterações climáticas ou alimentação.

Para quem estiver na capital hoje à noite, outra opção é o Museu Nacional de História Natural e da Ciência da Universidade de Lisboa e o Jardim do Príncipe Real, onde estão previstas quase uma centena de atividades, envolvendo mais de 70 instituições e mais de 500 investigadores.

Para esta edição, o tema é "Ciência para todos -- sustentabilidade e inclusão" e o objetivo é promover e sensibilizar os mais jovens "para a relevância da investigação e inovação na Europa, com vista a um futuro mais sustentável e inclusivo", lê-se no programa.

Além de Lisboa, este ano a Noite Europeia dos Investigadores acontece também em Coimbra, com 62 atividades espalhadas pela baixa da cidade a partir das 17:00, e em Évora, com dezenas de atividades na Praça do Giraldo e visitas a alguns locais históricos, onde o tema também é a sustentabilidade e inclusão.

É o mesmo mote da noite dos investigadores em Braga, que decorre a partir das 16:00 no Altice Fórum Braga. O objetivo é levar os visitantes a "viajar pelo mundo da ciência" e apresentar-lhes, pelo caminho, investigações dedicadas à sustentabilidade industrial e tecnologias que serão a base da alimentação no futuro.

Nas iniciativas dedicadas à sustentabilidade vai também participar Instituto Português do Mar e da Atmosfera para destacar temas relacionados com o mar e os recursos marinhos através de apresentações, 'puzzles', 'quizzes', jogos tradicionais, e experiências.

Em Vila Nova de Gaia, o tema é emprestado das histórias de banda desenhada dos super-heróis e do "multiverso" que nos últimos anos se tornou popular com a adaptação ao cinema das histórias da editora Marvel.

Na noite dedicada ao "Science Multiverse", organizada pela INOVA+ em colaboração com a autarquia, pretende-se "aproximar os cidadãos e investigadores, num palco que concilia o imaginário dos super-heróis com o laboratório lúdico-prático da ciência e da investigação" à volta de vários "multiversos" temáticos, incluindo saúde, cultura, segurança, digital, clima, energia e alimentação.

Além de Portugal, a Noite Europeia dos Investigadores repete-se na esmagadora maioria dos países da União Europeia, que também vão organizar atividades para levar a ciência à rua durante uma noite.

Leia Também: BPF: Programa Consolidar operacionalizado em "tempo recorde"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório