Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 7º MÁX 14º

Episcopado manifesta "alegria" pelo cargo do cardeal Mendonça no Vaticano

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) manifestou hoje a sua "profunda alegria" pela nomeação do cardeal português José Tolentino de Mendonça para Prefeito do novo Dicastério para a Cultura e Educação da Cúria Romana.

Episcopado manifesta "alegria" pelo cargo do cardeal Mendonça no Vaticano
Notícias ao Minuto

16:00 - 26/09/22 por Lusa

País Vaticano

A CEP, que recorda que esta nomeação ocorre "precisamente quatro anos após a sua nomeação como Arquivista e Bibliotecário da Santa Igreja Romana", felicita Tolentino Mendonça "pela sua humilde disponibilidade ao aceitar este relevante serviço à Igreja universal e às Igrejas locais".

"A Conferência Episcopal reconhece toda a sua experiência, dedicação, saber e competência com que exercerá este novo serviço que lhe é pedido pelo Papa Francisco nos setores da Cultura e da Educação, num importante momento de renovação das estruturas da Igreja à luz da nova constituição apostólica 'Praedicate Evangelium'".

Num comunicado divulgado na tarde de hoje, a CEP "invoca as bênçãos de Deus sobre D. José, para que assuma esta missão de cuidar e promover a cultura e a educação cristãs com espírito missionário e evangelizador".

O cardeal português José Tolentino Mendonça foi hoje nomeado pelo Papa Francisco prefeito do novo Dicastério para a Cultura e a Educação, informou o Vaticano.

O Dicastério para a Cultura e Educação reúne as responsabilidades que até agora estavam atribuídas à Congregação da Educação Católica e ao Conselho Pontifício para a Cultura, ficando com a tutela, nomeadamente, da rede escolar católica do mundo inteiro, com 1.360 universidades católicas e 487 universidades e faculdades eclesiásticas, com 11 milhões de alunos, e outras 217 mil escolas, com 62 milhões de crianças.

Por outro lado, o cardeal madeirense Tolentino Mendonça, cuja nomeação foi antecipada na sexta-feira pelo jornal 'online' 7Margens, coordenará o diálogo da Igreja universal com o mundo da cultura.

O cardeal José Tolentino Mendonça, de 56 anos, vai substituir no ex-Conselho Pontifício para a Cultura o cardeal Gianfranco Ravasi, que completa os 80 anos em outubro e, na ex-Congregação da Educação Católica, o cardeal Giuseppe Versaldi, que fez 79 anos em julho.

Até agora, o cardeal português desempenhava as funções de arquivista e bibliotecário do Vaticano.

Tolentino Mendonça é o segundo português a chefiar um Dicastério no Vaticano, depois do cardeal José Saraiva Martins, na então ainda denominada Congregação para a Causa dos Santos.

Leia Também: Tolentino Mendonça? Nomeação reconhece "grande personalidade da Cultura"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório