Meteorologia

  • 02 FEVEREIRO 2023
Tempo
12º
MIN 5º MÁX 13º

Gomes Cravinho quer intensificar relações bilaterais com a Albânia

O ministro dos Negócios Estrangeiros afirmou hoje querer intensificar as relações bilaterais com a Albânia em áreas como a política, a economia e a educação, sublinhando o apoio de Portugal à adesão daquele país à União Europeia.

Gomes Cravinho quer intensificar relações bilaterais com a Albânia
Notícias ao Minuto

13:25 - 25/07/22 por Lusa

País Negócios Estrangeiros

"Temos uma amizade forte com a Albânia, somos aliados na NATO, temos um contexto na União Europeia que nos aproxima, mas as nossas relações bilaterais são menos do que as que devíamos ter", disse João Gomes Cravinho em Tirana, numa conferência de imprensa conjunta realizada no final de uma reunião com a sua homóloga albanesa, Olta Xhacka.

"Temos de criar oportunidades para haver interações de pessoas com pessoas porque, no final das contas, as relações internacionais são sempre as relações entre os povos", referiu, acrescentando que o objetivo é desenvolver "instrumentos políticos e diplomáticos" para facilitar a aproximação e convidando Olta Xhacka a visitar Lisboa.

Segundo adiantou o ministro, os dois diplomatas falaram esta manhã sobre "a possibilidade de aumentar as ligações entre as instituições superiores de educação" dos dois países, mas também a relações económicas, que, garantiu, "têm muito potencial".

O ministro dos Negócios Estrangeiros, o primeiro de Portugal a visitar Tirana nos últimos 15 anos, garantiu estar muito satisfeito por ser o primeiro ministro da União Europeia a estar na Albânia desde "o momento histórico" em que Bruxelas lançou as negociações de adesão da Albânia e da Macedónia do Norte, em 19 de julho.

"Portugal apoia fortemente este processo de adesão. Espero ansiosamente dar as boas vindas à Albânia como membro pleno" da União Europeia, sublinhou Gomes Cravinho, referindo que Portugal está disponível para "apoiar não só politicamente, mas também tecnicamente" o processo.

Gomes Cravinho adiantou ainda que os dois ministros conversaram sobre a guerra na Ucrânia, tendo ambos mostrado "visões semelhantes" sobre a invasão da Rússia, que "condenam profundamente".

O ministro está hoje em Tirana para reafirmar o compromisso de Portugal relativamente às perspetivas de adesão da Albânia à União Europeia, com outra visita agenda para terça-feira ao outro recém-candidato, a Macedónia do Norte.

Em Skopje, o MNE português pretende encontrar-se com o Presidente da República da Macedónia do Norte, com o primeiro-ministro, com o seu homólogo macedónio e com o vice-primeiro-ministro responsável pelos Assuntos Europeus.

A abertura das negociações, que Skopje e Tirana há muito aguardavam, aconteceu depois de a Macedónia do Norte ter assinado, no dia 17, um protocolo bilateral com a Bulgária, que permitiu desbloquear um longo impasse que afetava também a Albânia.

Leia Também: Cravinho visita Albânia e Macedónia do Norte para "reafirmar" adesão à UE

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório