Meteorologia

  • 10 AGOSTO 2022
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 26º

Mário Ferreira é constituído arguido após buscas na (sua) Douro Azul

A informação é avançada pela CNN.

Mário Ferreira é constituído arguido após buscas na (sua) Douro Azul
Notícias ao Minuto

11:58 - 07/07/22 por Notícias ao Minuto com Lusa

País Mário Ferreira

O empresário Mário Ferreira foi constituído arguido na Operação Ferry, de acordo com o que avança esta quinta-feira a CNN.

Num comunicado publicado hoje pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT), lê-se que, no âmbito desta operação foi constituído um arguido, sem mencionar o nome.

Sublinhe-se que o dono da Douro Azul pediu para ser arguido no âmbito da investigação de fraude fiscal, que dura desde 2016, tendo a defesa alegado, na quarta-feira, que ia fazer o pedido pois o empresário nunca tinha sido chamado a depor.

Mário Ferreira é constituído arguido menos de 24h depois de terem sido levadas a cabo buscas no Porto, Funchal e em Malta. Em causa suspeitas de fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais no negócio da compra e venda do navio Atlântida aos estaleiros navais de Viana do Castelo e a sua posterior venda no ano seguinte a uma empresa com sede em Malta.

À Lusa fonte judicial explicou que a venda em causa oi feita por 8 milhões e 750 mil euros. Já a sua venda, no ano seguinte, a uma empresa norueguesa, foi feita por cerca de 17 milhões de euros, através de outra empresa ('offshore') - entretanto extinta - criada, alegadamente, por Mário Ferreira.

"Os factos sob investigação, que motivaram a instauração do processo em causa, reportam-se aos anos de 2014 a 2016 e consubstanciam-se numa transação efetuada com recurso a outra jurisdição, de modo a diminuir os lucros tributáveis em Portugal", explica a AT. De acordo com a investigação os procedimentos terão tido o objetivo de "reduzir os montantes a pagar, em sede de IRC, bem como camuflar uma eventual distribuição dos lucros obtidos".

"As investigações seguirão o seu curso, com a subsequente análise dos elementos probatórios apreendidos, tendo em vista o apuramento da responsabilidade criminal e vantagens patrimoniais efetivamente obtidas pelos diversos(as) suspeitos(as)", lê-se ainda no comunicado da AT.

Mário Ferreira, o CEO da Douro Azul, é também acionista do grupo de comunicação social Media Capital.

[Notícia atualizada às 12h31]

Leia Também: Duas pessoas detidas em operação de combate à fraude no SNS

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório