Meteorologia

  • 27 SETEMBRO 2022
Tempo
24º
MIN 15º MÁX 24º

Braga cria programa de férias para crianças com necessidades especiais

Autarquia afirma que "esta é uma questão estrutural que não se cinge apenas aos períodos das férias escolares".

 Braga cria programa de férias para crianças com necessidades especiais
Notícias ao Minuto

18:15 - 27/06/22 por Notícias ao Minuto

País Crianças

Braga vai criar um programa destinado a crianças com deficiência e necessidades educativas especiais para este verão, de forma a que os mais novos possam ocupar os tempos livres no período de interrupção escolar.

A inciativa foi divulgada esta segunda-feira pela autarquia numa nota onde dá conta de que já tinha sido "criado um grupo de trabalho em articulação com o Instituto da Segurança Social para dar uma resposta célere a esta problemática que afeta muitas famílias Bracarenses".

Ao Notícias ao Minuto, a Câmara de Braga revelou que "esta é uma questão estrutural que não se cinge apenas aos períodos das férias escolares", defendendo que "as respostas que a sociedade dá a estes cidadãos é manifestamente insuficiente", sendo que para colmatar a falta de recursos humanos com formação específica nesta área, o município irá recorrer a uma bolsa de recursos humanos do Instituto do Emprego e Formação Profissional - IEFP.

O autarca Ricardo Rio argumentou que embora estas respostas devessem "ser dadas pelo Estado Central", os munícipios acabam por desenvolver soluções, frisando que "Braga tem vindo a articular com diversos parceiros sociais para, em conjunto, se encontrar uma resposta que acolha as crianças e jovens com necessidades específicas nos tempos não letivos".

"Já no passado alocamos mais recursos do que aqueles que constavam do nosso rácio de financiamento do Ministério da Educação, precisamente para apoiar este tipo de respostas", salientou o autarca acrescentando: "Mesmo assim essa resposta é insuficiente e vamos desencadear medidas para dar respostas quer para os períodos de interrupção letiva, quer para o período de aulas, com a preocupação de criar uma solução duradoura e contínua".

A autarquia esclareceu ainda que, para apurar o número de vagas e condições logísticas e humanas existentes, reuniu com os pais e Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS’s) do Concelho.

Leia Também: Portugal já atribuiu proteção temporária a quase 45 mil ucranianos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório