Meteorologia

  • 27 JUNHO 2022
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 23º

Covid. Hospital de Ponta Delgada suspende visitas aos doentes internados

O Hospital de Ponta Delgada, nos Açores, já tem mais de 50 camas destinadas a doentes com covid-19 e suspendeu as visitas aos pacientes internados, segundo uma nota interna daquela unidade.

Covid. Hospital de Ponta Delgada suspende visitas aos doentes internados

Na base desta decisão está o aumento dos números de casos na ilha de São Miguel.

"Na sequência da evolução epidemiológica da pandemia da covid-19 na ilha de São Miguel, plasmado no número de camas que neste momento temos alocadas a doentes (que ultrapassou as 50), focados na salvaguarda da segurança de todos os doentes ao cuidado, determinou-se a suspensão das visitas aos utentes internados", lê-se numa nota interna do Conselho de Administração daquele hospital.

Os Açores estão neste momento com a maior taxa de incidência registada no país, em função de um valor superior a 960 casos por 100 mil habitantes em 14 dias, segundo o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge.

O Hospital do Divino Espírito Santo (HDES) lamenta "desde já, todo e qualquer transtorno decorrente desta decisão a qual, se salienta, é tomada na defesa da segurança do doente".

"Esperamos o ultrapassar desta fase da pandemia para retornarmos ao que até aqui tínhamos como política de visitas, recordando que, no HDES, as mesmas sempre foram retomadas muito antes da generalidade dos hospitais nacionais. A prudência e a cautela são as melhores conselheiras, na defesa dos mais frágeis ao cuidado do HDES", salvaguarda o hospital.

A média de infeções voltou a aumentar de 22.805 para 29.101 casos diários em Portugal e todas as regiões registam um índice de transmissibilidade (Rt) do coronavírus superior ao limiar de 1, indicou o INSA.

Segundo o relatório semanal do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) sobre a evolução da pandemia de covid-19 no país, o Rt a nível nacional baixou de 1,23 para 1,13, mas todas as regiões apresentam a média deste indicador a cinco dias superior a 1, o que "indica uma tendência crescente" de infeções.

O Norte está com um Rt de 1,12, o Centro com 1,06, Lisboa e Vale do Tejo com 1,20, o Alentejo com 1,09, o Algarve com 1,12, os Açores com 1,21 e a Madeira com 1,18, refere o relatório.

O valor do Rt -- que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de cada pessoa portadora do vírus -- é superior a 1 desde 26 de abril.

Os dados divulgados avançam ainda que o número médio de casos diários de infeção a cinco dias passou dos 22.805 para os 29.101 em Portugal, sendo ligeiramente mais baixo no continente (27.851).

De acordo com o documento, todas as regiões apresentam também uma taxa de incidência superior a 960 casos por 100 mil habitantes em 14 dias, sendo a mais elevada nos Açores (4.196,1), seguindo-se o Norte (3.872,1) e o Centro (3.580,7).

Leia Também: Média diária volta a aumentar para mais de 29 mil casos de infeção

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório