Meteorologia

  • 30 NOVEMBRO 2021
Tempo
MIN 7º MÁX 15º

Edição

PSP da Guarda fez 128 detenções em 2020 por vários ilícitos criminais

O Comando Distrital da Polícia de Segurança Pública (PSP) da Guarda, que hoje assinala o 137.º aniversário, deteve em 2020 um total de 128 cidadãos por vários ilícitos criminais e detetou 2.546 infrações rodoviárias.

PSP da Guarda fez 128 detenções em 2020 por vários ilícitos criminais
Notícias ao Minuto

11:05 - 22/10/21 por Lusa

País Guarda

Em dia de aniversário, a PSP refere em comunicado que no âmbito da atividade operacional levada a cabo no ano passado deteve 128 cidadãos na sequência de vários ilícitos criminais, dos quais se destacam 84 por condução de veículo com taxa de álcool igual ou superior a 1,2 gramas por litro de sangue (g\l) e 14 por tráfico de estupefacientes.

No âmbito da investigação criminal, a mesma força de segurança concluiu 505 inquéritos criminais, constituiu 217 arguidos pela prática de crimes, cumpriu 396 notificações e concluiu 35 mandados de detenção.

"Na área da segurança rodoviária foram detetadas 2.546 infrações e realizadas 650 operações de fiscalização. Foram fiscalizados 14.829 condutores, dos quais 5.432 foram submetidos a testes de alcoolemia", refere a PSP na nota enviada à agência Lusa.

Ainda de acordo com a fonte, em 2020, o Comando Distrital da PSP da Guarda - que abrange as cidades da Guarda e de Gouveia -, realizou 1.564 ações de prevenção e sensibilização junto de alunos, idosos e comerciantes e 274 ações de sensibilização de prevenção criminal.

"No exercício das competências exclusivas da PSP em matéria de armas e explosivos, o Núcleo de Armas e Explosivos da Guarda realizou 48 ações de fiscalização e seis ações de formação, destacando-se, ainda, 143 armas e 5.318 munições peritadas, 658 armas recebidas a favor do estado e 1.740 processos de licenciamento", refere.

O Comando Distrital da PSP da Guarda comemora hoje o seu 137.º aniversário com uma cerimónia solene interna, onde estará presente o Diretor Nacional, Manuel Magina da Silva, e onde serão distinguidos polícias do efetivo pelo seu desempenho profissional.

A PSP lembra que "em 22 de outubro de 1884, 15 cidadãos que tinham servido em Unidades do Exército, comandados pelo Comissário Pignatelly, constituíram o Primeiro Corpo de Polícia Civil da cidade da Guarda".

"Atualmente, a área de responsabilidade territorial do Comando Distrital da Guarda engloba a cidade da Guarda, que é a mais alta do país com 1.056 metros de altitude máxima, sendo também a capital de distrito com 40.155 habitantes, e a cidade de Gouveia com 12.221 habitantes, segundo os dados preliminares dos Censos 2021", indica a PSP.

A fonte sublinha, ainda, que "a Divisa do Brasão de Armas deste Comando - 'Pro Bono Publico', ou seja, para o bem ou utilidade pública, representa na sua generalidade a missão da Polícia de Segurança Pública e a finalidade a que a mesma se destina, identificando na sua simbologia, a cabeça de cão representativa da região, através da raça 'Serra da Estrela', uma das mais afamadas raças portuguesas".

O superintendente Carlos Resende da Silva é o atual comandante do Comando Distrital da Guarda da PSP.

Leia Também: PSP detém suspeito de ter esfaqueado homem no Funchal

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório