Meteorologia

  • 02 DEZEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 14º

Edição

Governo da Madeira vai "analisar melhoria das carreiras dos bombeiros"

O Governo da Madeira pretende iniciar, já no Orçamento Regional para 2022, o processo de melhoria progressiva da carreira dos bombeiros da região, visando estabelecer um melhor estatuto profissional e remuneração, anunciou hoje o presidente do executivo.

Governo da Madeira vai "analisar melhoria das carreiras dos bombeiros"
Notícias ao Minuto

13:30 - 19/10/21 por Lusa

País Madeira

"Vamos analisar nos próximos anos a melhoria das carreiras dos bombeiros", declarou Miguel Albuquerque, que participou na cerimónia de entrega de equipamentos de proteção individual urbano e florestal aos corpos de bombeiros da Região Autónoma da Madeira (RAM).

O chefe do executivo madeirense adiantou que já se realizou uma "reunião com a Federação" sobre este assunto.

"E vamos fazer uma concertação progressiva, à medida das capacidades orçamentais", acrescentou, complementando que o Governo Regional irá analisar se é possível iniciar o processo neste Orçamento [Regional para 2022], no sentido de dotar [os bombeiros da Madeira] de um melhor estatuto profissional e, sobretudo, de uma melhor remuneração".

O responsável sublinhou que todo este processo "tem que ser progressivo, ao longo de quatro anos", porque a região "não tem capacidade orçamental para fazer a atualização de uma vez".

"Vamos ver se o conseguimos fazer já a partir do próximo Orçamento", enfatizou.

Sobre o material hoje entregue, Albuquerque realçou representar um investimento na ordem dos 720 mil euros, incluindo 500 fatos urbanos, 650 florestais e 700 pares de botas, atribuídos a todos os elementos das corporações da Madeira.

"Este material garante uma proteção muito maior aos bombeiros", afirmou, considerando que o investimento "não tem preço quando está em causa a funcionalidade e a salvaguarda da integridade física dos homens que trabalham na linha da frente no combate aos fogos".

Também argumentou que este investimento não aconteceu porque houve lacunas de equipamentos, mas porque a Madeira pretende estar "na vanguarda" e, à medida que vai surgindo no mercado material "com maior proteção, menor peso e maior eficácia em termos de aproximação aos fogos", o Governo Regional vai procedendo a sua aquisição.

"O material está sempre a sofrer inovação", realçou, enfatizando que as autoridades de proteção civil da Madeira têm "sempre a preocupação de dotar os bombeiros de equipamento que permita um ataque ao fogo com menor peso, com maior funcionalidade e proteção".

"Estamos sempre a adquirir à medida que vão surgindo novos equipamentos, estamos na vanguarda também", destacou o responsável governamental, concluindo que é preciso "ter o melhor no combate aos fogos" e na "proteção dos homens".

Leia Também: Madeira teve "o melhor mês de agosto de sempre" no turismo

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório