Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2021
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 18º

Edição

Portugueses em La Palma devem estar "preparados para possível evacuação"

Governo diz estar atento a "uma eventual intervenção para a retirada de cidadãos portugueses, em apoio às autoridades de Espanha", mas também à "evolução e deslocação da nuvem de fumo" em direção às ilhas portuguesas.

Portugueses em La Palma devem estar "preparados para possível evacuação"

O Governo português recomenda aos portugueses que se encontram na ilha de La Palma,  nas Canárias, em Espanha, - onde o vulcão Cumbre Vieja entrou em erupção no domingo passado -, que "estejam preparados para uma possível evacuação".

Em informação disponibilizada em comunicado do Ministério da Administração Interna (MAI), enviado esta segunda-feira às redações, é ainda referido que os cidadãos nacionais naquele local devem  "seguir as instruções das autoridades locais" e respeitar os "cordões de segurança estabelecidos pelas forças de segurança e Proteção Civil"

O Executivo garante estar a "acompanhar a situação da erupção do vulcão Cumbre Vieja" e mantém-se em contacto permanente com as autoridades de proteção civil de Espanha e com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera. Há uma especial atenção para duas dimensões: "uma eventual intervenção para a retirada de cidadãos portugueses, em apoio às autoridades de Espanha", e a "evolução e deslocação da nuvem de fumo, assim como outros fenómenos conexos". 

Em caso de necessidade, os cidadãos nacionais podem contactar o Gabinete de Emergência Consular - através dos números +351 217 929 714 ou +351 961 706 472 -, ou o Cônsul Honorário de Portugal em Tenerife, através do correio eletrónico [email protected] ou do telefone +(34) 665 893 825.

Recorde-se que, também hoje, a secretária de Estado, Berta Nunes, frisou que há oito cidadãos portugueses residem nos três municípios afetados, mas, para já, não consta que precisem de qualquer tipo de ajuda.

Cumbre Vieja de La Palma, que entrou em erupção no último domingo, é um dos complexos vulcânicos mais ativos das ilhas Canárias, sendo o responsável por duas das três últimas erupções nas ilhas, o vulcão San Juan (1949) e o Teneguía (1971). As autoridades espanholas preveem retirar das zonas de La Palma mais expostas à erupção do vulcão entre cinco e dez mil pessoas.

A Guardia Civil mobilizou mais de 120 agentes, de diferentes unidades, para fazer face à situação. As autoridades referem que há várias estradas afetadas pela erupção, estando algumas delas encerradas ao tráfego por precaução. A erupção pode prolongar-se semanas ou meses, prevê o diretor do Instituto Vulcanológico das Canárias. 

Portugal já se mostrou disponível para ajudar Espanha, tendo António Costa enviado uma mensagem de solidariedade ao seu homólogo espanhol, Pedro Sánchez. 

Este domingo, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) alertou que as cinzas vulcânicas podem chegar à Madeira. "Os efeitos mais prováveis da erupção do Cumbre Vieja na Região Autónoma da Madeira estão associados ao transporte de cinzas vulcânicas e outros compostos químicos, designadamente CO2 e SO2", refere o organismo português numa nota publicada no seu site.

[Notícia atualizada às 19h08]

Leia Também: Chegada ao mar da lava do vulcão nas Canárias pode provocar explosões

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;
Campo obrigatório