Meteorologia

  • 21 OUTUBRO 2021
Tempo
20º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

Com todos os enfermeiros inoculados, Ana Rita Cavaco será hoje vacinada

Bastonária prometeu, por diversas vezes, que só seria vacinada depois de todos os enfermeiros já o terem sido.

Com todos os enfermeiros inoculados, Ana Rita Cavaco será hoje vacinada

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, vai ser hoje vacinada contra a Covid-19.

Recorde-se que após ter-se indignado contra todos aqueles que foram vacinados de forma imprópria, a bastonária referiu por diversas vezes que só seria inoculada depois de todos os enfermeiros já terem sido vacinados.

"Serei a última enfermeira a ser vacinada", escreveu Ana Rita Cavaco, em maio, nas redes sociais.

Posto isto, e conforme confirma a própria ao Notícias ao Minuto, a sua inoculação ocorre já depois de todos os enfermeiros terem sido vacinados com, pelo menos, uma dose da vacina.

Segundo Ana Rita Cavaco, a única "exceção" prende-se com os profissionais que terão sido infetados pela doença nos últimos seis meses e que, portanto, não podem ser ainda vacinados. 

"Todos aqueles que tinham as condições para ser vacinados e não foram por motivos vários e notificaram a OE [Ordem dos Enfermeiros] de que não estavam a conseguir [ser vacinados] já foram, pelo menos com uma dose. Portanto, resolvidos estes que não tinham vacina por motivos alheios aos próprios, farei eu hoje a minha primeira dose", afirmou Ana Rita Cavaco em declarações ao Notícias ao Minuto.

Questionada sobre a existência de enfermeiros que se tenham negado a ser vacinados, Ana Rita Cavaco refere que a Ordem não possui dados relativos a essa situação. Recorde-se porém, que na semana passada, e sobre a possibilidade de tornar a vacinação obrigatória para os profissionais de saúde, tal como irá acontecer em França, a bastonária salientou que "por princípio, as obrigatoriedades nunca são boas".

A bastonária da Ordem dos Enfermeiros defendeu que "o melhor caminho é sempre o da informação e o da sensibilização, para as pessoas se sentirem seguras, porque as vacinas são seguras". Disse, ainda, não concordar que essa obrigatoriedade se aplicasse aos profissionais de saúde, dado que existem pessoas mais expostas e mais frágeis, como é o caso dos mais idosos. 

Leia Também: AO MINUTO: Maiores de 16 podem agendar vacina; DGS veio "lançar confusão"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório