Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2021
Tempo
21º
MIN 17º MÁX 24º

Edição

Açores. Praia da Vitória cancela eventos e adota teletrabalho

A Câmara Municipal da Praia da Vitória, na ilha Terceira, Açores, decidiu cancelar eventos e adotar o regime de teletrabalho, "sempre que exequível", devido ao aumento de casos de infeção por SARS-CoV-2 no concelho, revelou hoje.

Açores. Praia da Vitória cancela eventos e adota teletrabalho
Notícias ao Minuto

19:11 - 22/07/21 por Lusa

País Covid-19

Foi determinado cancelar "os eventos públicos promovidos pelo grupo municipal, especificamente a programação de animação cultural, musical e desportiva, no âmbito da programação alternativa às Festas da Praia 2021", bem como "as atividades culturais, sociais e desportivas promovidas [...] exceto atividades desportivas federadas", adiantou o município em comunicado de imprensa.

A partir de sexta-feira e até 31 de julho, foi determinada ainda "a adoção do regime de teletrabalho nas atividades e funções em que o mesmo seja exequível", com a particularidade de poderem ser criados "grupos de trabalho alternando entre si o trabalho presencial e o teletrabalho".

Devido ao aumento de casos de Covid-19, passa a haver também limitação dos visitantes à capacidade recomendada pelas Autoridades de Saúde, garantindo as regras de distanciamento social", nos espaços municipais abertos ao público e nos "espaços turísticos geridos pela autarquia".

O mesmo acontece com "presença de público em eventos culturais e competições desportivas, organizados nas instalações municipais".

Num despacho assinado pelo presidente da Câmara da Praia da Vitória, Tibério Dinis, mantém-se "o funcionamento dos serviços municipais presencial, particularmente os serviços de atendimento ao público, salvaguardando o cumprimento das normas de segurança definidas pelas Autoridades de Saúde".

A autarquia justifica a decisão com "a evolução da situação epidemiológica, em particular no concelho da Praia da Vitória".

Também o outro município da ilha Terceira, o de Angra do Heroísmo, já tinha anunciado o cancelamento dos "eventos do mês de julho", devido à "atual situação epidemiológica", revelando que serão "adiados para data a definir".

Já o Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira decidiu suspender temporariamente as visitas, "tendo em vista a segurança dos utentes internados, dos profissionais de saúde e da comunidade em geral", mantendo "as situações e autorizações excecionais com os motivos justificativos já previstos nas normas em vigor".

Entre 16 e 22 de julho, a ilha Terceira registou 111 novos casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2 que provoca a doença Covid-19.

Há vários meses em muito baixo risco, os dois concelhos da ilha estão agora em alto risco de transmissão (o mais elevado de cinco), segundo o boletim mais recente da Autoridade de Saúde Regional dos Açores.

Angra do Heroísmo registou 119 novos casos por 100 mil habitantes nos últimos sete dias e Praia da Vitória 323 novos casos por 100 mil habitantes.

O diretor regional da Saúde e responsável máximo da Autoridade de Saúde Regional, Berto Cabral, admitiu na quarta-feira a existência de transmissão comunitária na ilha.

"Não vale a pena estarmos a adiar o declarar de uma situação de transmissão comunitária, até porque interessa aplicar medidas em consonância com essa situação, de forma a tentar mais rapidamente identificar novos casos", adiantou, em declarações à Lusa.

Os Açores têm atualmente 444 casos ativos de infeção pelo novo coronavírus, que provoca a doença covid-19, dos quais 289 em São Miguel, 119 na Terceira, 11 no Pico, nove em São Jorge, oito no Faial, sete nas Flores e um na Graciosa.

Desde o início da pandemia, foram diagnosticados na região 7.162 casos de infeção por SARS-CoV-2, tendo ocorrido 6.537 recuperações e 35 mortes. Saíram do arquipélago sem terem sido dadas como curadas 85 pessoas e 61 apresentaram comprovativo de cura anterior.

Até 8 de julho foram administradas nos Açores 250.705 doses de vacinas contra a Covid-19, havendo 129.190 pessoas com, pelo menos, uma dose (53,21% da população) e 121.515 pessoas com vacinação completa (50,05%).

Leia Também: Covid-19. Ilha Terceira e concelho de Ponta Delgada passam a alto risco

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório