Meteorologia

  • 24 OUTUBRO 2021
Tempo
25º
MIN 13º MÁX 25º

Edição

AO MINUTO: Origem do vírus "envenenada pela política"; Irlanda abre bares

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Origem do vírus "envenenada pela política"; Irlanda abre bares

O Infarmed abriu portas, esta sexta-feira, para nova reunião de peritos e políticos relativa à avaliação da situação epidemiológica de Covid-19 em Portugal.

No final, a ministra da Saúde destacou que "a doença continua" mas o "impacto da pandemia modificou-se", sendo agora a faixa dos "20 aos 29 anos o principal alvo de novos casos". Já "os adultos maduros dos 40 aos 59" representam neste momento "o maior número de hospitalizações", enquanto nos idosos a incidência é "bastante baixa".

Nas últimas 24 horas foram diagnosticados 598 casos de infeção pelo novo coronavírus e uma morte relacionada com a doença, como deu conta, esta sexta-feira, o relatório da Direção-Geral da Saúde. 

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no Mundo

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo:

00h00 - Chegou ao fim este registo, mas o acompanhamento será retomado na manhã de sábado. Já sabe, acompanhe as comunicações das autoridades competentes e, caso tenha sintomas, contacte:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

23h44 - "Governo não pode continuar preso e condicionado" pelas farmacêuticas: O secretário--geral do Partido Comunista Português (PCP), Jerónimo de Sousa, defendeu hoje que o Governo está manietado em relação à União Europeia e multinacionais farmacêuticas na aquisição de vacinas contra a Covid-19.

23h38 - DGS recomenda 2ª dose da Pfizer ou Moderna a quem recebeu a 1ª dose da AZ: A Direção-Geral da Saúde (DGS) atualizou, esta sexta-feira, as diretrizes em relação à vacina da Astrazeneca (VAXZEVRIA). A autoridade recomenda que as pessoas com menos de 60 anos que foram vacinadas com a primeira dose da Astrazeneca "possam ser vacinadas com uma vacina de mRNA", ou seja, da Pfizer ou da Moderna, após o intervalo de 12 semanas. 

Ainda de acordo com a DGS, as pessoas que decidiram adiar a toma da segunda dose do imunizante, "guardando por nova recomendação da DGS, devem completar a vacinação, logo que possível, com uma dose de vacina de mRNA". 

23h20 - O Ministério da Saúde brasileiro revela, na rede social Twitter, que a Anvisa autorizou que as doses da Pfizer fiquem até 31 dias armazenadas entre +2ºC e +8°C, que corresponde à temperatura mais comum nas salas de vacinação. 

23h14 - Atualização no Brasil: O Brasil registou, esta sexta-feira, 2.371 mortes e 49.768 novos casos de Covid-19, segundo dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

22h18 - Procura pelas origens do vírus "está a ser envenenada pela política": O diretor de emergências sanitárias da Organização Mundial da Saúde (OMS), Mike Ryan, disse hoje que a procura pela origem do coronavírus está a ser "envenenada pela política".

22h10 - Atualização em Angola: Angola registou mais 337 casos de covid-19, bem como quatro óbitos, e 48 recuperações da doença, nas últimas 24 horas, informou o secretário de Estado da Saúde Pública, Franco Mufinda.

22h09 - Atualização em Cabo Verde: Cabo Verde registou mais 183 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, e duas mortes, elevando para 30.122 o acumulado de casos desde 19 de março de 2020, divulgou hoje o Ministério da Saúde.

20h58 - Macron defende reforço de produção de vacinas na África do Sul: O Presidente francês Emmanuel Macron defendeu hoje, em Pretória, o reforço da produção de vacinas contra a covid-19 na África do Sul e prometeu contribuir para aumentar o investimento no combate à pandemia.

20h48 - CSIC oferece tecnologia de testes para fabrico em África: O Conselho Nacional de Investigação Espanhol (CSIC) colocou a sua tecnologia de testes serológicos para a covid-19 à disposição da Organização Mundial de Saúde (OMS) para que aqueles possam ser fabricados em África e países em desenvolvimento.

20h31 - Irlanda vai reabrir bares e voos internacionais: O primeiro-ministro irlandês, Micheal Martin, anunciou hoje que os bares poderão reabrir a 7 de junho, antes da reabertura do país ao turismo internacional em meados do mesmo mês.

20h28 - Atualização em França: As autoridades de saúde francesas anunciaram, esta sexta-feira, que foram reportados 11.268 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, o que faz subir o total acumulado de infeções para as 5.646.897. 

Nas últimas 24 horas, refira-se ainda, há a registar 105 vítimas mortais associadas à Covid-19. Desde o início da pandemia, França contabilizou 109.319 óbitos. 

20h13 - Equipas médicas lusas regressam de Cabo Verde: Os médicos e enfermeiros da missão organizada pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) para apoiar as autoridades de saúde cabo-verdianas regressam domingo a Portugal, sem necessidade de ficarem mais tempo, devido à estabilização da pandemia no arquipélago.

20h11 - Atualização na Madeira: A Madeira registou hoje 11 novos casos de covid-19, todos de transmissão local, e 29 recuperações, indicou a Direção Regional da Saúde, referindo que o total de infeções ativas é de 207, com oito doentes hospitalizados.

20h10 - Confinamento nos Países Baixos vai terminar a 5 de junho: O primeiro-ministro holandês Mark Rutte anunciou hoje o fim do "confinamento" a partir de 5 de junho com um novo conjunto de abrandamento das restrições contra o novo coronavírus, que também permitirão aos restaurantes receber clientes no seu interior.
 

19h48 - Monitorização das linhas vermelhas para a COVID-19:  De acordo com o mais recente relatório da monitorização das linhas vermelhas para a COVID-19, "observa-se transmissão comunitária de moderada intensidade e reduzida pressão nos serviços de saúde. O aumento dos valores do índice de transmissibilidade (Rt) e o aumento da frequência de novas variantes de preocupação devem ser acompanhados com atenção durante as próximas semanas, em especial nas regiões com maior transmissão". 

Outros pontos de relevo do relatório:

  • O número de novos casos de infeção por SARS-CoV-2 / COVID-19 por 100 000 habitantes, acumulado nos últimos 14 dias, foi de 60 casos, com tendência ligeiramente crescente a nível nacional;
  • O valor do Rt apresenta valores superiores a 1 a nível nacional (1,07) e nas regiões de saúde do Centro (1,05), de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) (1,14) e do Alentejo (1,16);
  • Mantendo-se esta taxa de crescimento, o tempo para atingir a taxa de incidência acumulada a 14 dias de 120 casos/100 000 habitantes será de 31 a 60 dias para o nível nacional e de 15 a 30 dias para as regiões de LVT e Alentejo.
  • Com base na sequenciação genómica de amostras recolhidas em maio, a prevalência estimada da variante B.1.1.7 (associada ao Reino Unido) para o continente foi de 87,2%.
  • Até 26 de maio, foram identificados 97 casos da variante B.1.351 (associada à África do Sul). Existe transmissão comunitária desta variante.
  • Até 26 de maio, foram identificados 133 casos da variante P.1 (associada a Manaus, Brasil). Existe transmissão comunitária desta variante.
  • Até 26 de maio, foram identificados 46 casos da variante B.1.617 (associada à Índia).  A ausência de ligação epidemiológica em alguns dos casos mais recentes pode indicar a existência de transmissão comunitária. 

19h29 - O município de Faro partilhou, na rede social Facebook, uma atualização da situação pandémica no concelho.

19h27 - No Brasil, como revela o Globo, as pessoas com comorbilidades ou deficiência têm até este sábado para se vacinarem. 

18h34 - Atualização em Espanha: Espanha registou 17 mortes atribuídas à pandemia de covid-19 nas últimas 24 horas, o número mais baixo desde finais de agosto passado, passando o total de óbitos para 79.905, segundo o Ministério da Saúde espanhol.

18h11 - Atualização em Moçambique: Moçambique registou mais um óbito associado à covid-19 e 24 novos casos de infeção nas últimas 24 horas, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

18h05 - Atualização na Turquia: De acordo com as autoridades de saúde turcas, foram reportados no país, nas últimas 24 horas, mais 7.773 casos de Covid-19 e 164 mortes. 

18h03 - Em comunicado divulgado esta sexta-feira, o Infarmed recorda que a EMA aprovou o uso da vacina da Pfizer para jovens dos 12 aos 15 anos. 

18h02 - "Ricardo Baptista Leite lamenta que, mais uma vez, a inação do Governo leve a que o nosso país tenha de reagir à situação pandémica preocupante que afeta a Região de Lisboa, em vez de ter atuado proativamente", recorda o PSD no Twitter.

17h38 - Matriz de risco é sistema de alerta que não impede caminho para a normalidade: A ministra da Saúde afirmou hoje que a matriz de avaliação de risco da pandemia de covid-19 é um sistema de alerta que não põe em causa o caminho para a reposição da normalidade.

17h37 - Norte e Algarve com Rt abaixo de 1: O Norte e o Algarve são as únicas regiões do país com um índice de transmissibilidade (Rt) do vírus SARS-CoV2 inferior a 1, com o Alentejo apresentar o maior crescimento, passando dos 0,92 para os 1,16.

17h36 - EUA estudam possível certificado de vacinação: Os Estados Unidos da América (EUA) estão a estudar "de maneira muito cuidadosa" a possível criação de um certificado de vacinação para facilitar viagens ao estrangeiro, indicou hoje o secretário da Segurança Interna norte-americano, Alejandro Mayorkas.

17h33 - Imagens da Getty mostram-nos militares em Taipé, Taiwan, a realizarem desinfeções, especialmente em Ximen, um ponto turístico em Taipé, após um aumento do número de casos de Covid-19. 

Embed from Getty Images

17h08 - Tem mais de 50 anos e ainda não foi vacinado? O Ministério da Saúde lembra que já se pode inscrever para receber a vacinação aqui. 

17h07 - PSD quer audição urgente da DGS: O PSD entregou hoje um requerimento a pedir a audição urgente da Direção Geral de Saúde (DGS) sobre o cumprimento das metas do plano de vacinação e sobre a "sustentação científica" das restrições etárias de algumas vacinas.

17h01 - Incêndio em Hospital no Brasil mata quatro doentes: Um incêndio que ocorreu na ala Covid do Hospital Municipal Zona Norte Doutor Nestor Piva, em Aracaju, no Brasil, provocou a morte a quatro pessoas, esta sexta-feira. 

17h00 - Marcelo adia Festa do Livro em Belém: O Presidente da República adiou a edição deste ano da Festa do Livro no Palácio de Belém, que estava prevista para junho, tendo em conta a matriz de risco de covid-19 e mensagens de entidades sanitárias.

16h56 - Na rede social Twitter, o Ministério da Saúde brasileiro revelou que "começa a imunização da população geral por idade e antecipa a vacinação de trabalhadores da educação".

16h49 - Índice de transmissão está a aumentar no Reino Unido: O índice de transmissibilidade da covid-19 (Rt) está acima de 1 no Reino Unido, o que significa que a pandemia está a crescer neste país, onde morreram 10 pessoas nas últimas 24 horas, anunciou o Governo britânico.

16h48 - Atual matriz de risco foi "vítima do sucesso da vacinação": O bastonário da Ordem dos Médicos defendeu hoje que o Governo deve adaptar a matriz de risco à situação epidemiológica do país, alegando que o modelo em vigor "foi vítima do sucesso da vacinação" contra a covid-19.

16h46 - Atualização em Itália: Itália registou, nas últimas 24 horas, mais 3.738 novos casos e 126 mortes relacionadas com a Covid-19. Os dados foram esta sexta-feira revelados pelas autoridades de saúde do país. 

16h45 - Reforço de testes nas instituições de Ensino Superior: O reforço de testagem nas instituições científicas e de Ensino Superior localizadas no concelho de Lisboa já começou, revelou esta sexta-feira o gabinete do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior. 

16h31 - Áustria alivia restrições: O primeiro-ministro austríaco, Sebastian Kurz, anunciou hoje novos alívios nas medidas restritivas e prometeu "um regresso à normalidade no verão".

16h16 - CDS culpa Medina e Cabrita por "agravamento da situação em Lisboa": O CDS-PP acusou hoje o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, e o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, de uma "enorme irresponsabilidade" quanto aos festejos do Sporting, considerando que levaram ao "agravamento da situação" pandémica.

16h14 - Cerca de 60 pessoas vacinadas com a mesma seringa na Áustria: Cerca de seis dezenas de funcionários de uma empresa de siderurgia austríaca em Voestalpine foram vacinados contra a covid-19 com a mesma seringa, um "erro médico" relatado já, indicou hoje fonte sanitária.

16h11 - Lisboa "preocupa", mas tem "quadro muito distinto": A ministra da Saúde manifestou hoje preocupação com a situação epidemiológica da covid-19 em Lisboa e adiantou que, a manter um número elevado de casos, as medidas a aplicar serão iguais às de "qualquer outro território".

15h57 - "Vacinação continua a ser a melhor arma", lembrou hoje Marta Temido. 

15h53 - Verdes pedem que "vida continue" e não haja "passos atrás": O Partido Ecologista "os Verdes" defendeu hoje que é preciso continuar a "testar, isolar e vacinar" e que Portugal não pode dar "passos atrás" no desconfinamento, porque "a vida precisa de continuar".

15h36 - EMA aprovou a vacina da Pfizer para jovens dos 12 aos 15 anos: "A vacinação é segura" nesta faixa etária, assegurou o regulador europeu, esta sexta-feira. 

Contudo, explicou o organismo em conferência de imprensa, "será cada Estado-membro" a decidir se a usará ou não nesta faixa etária.

15h20 - Vacina da Pfizer para adolescentes? A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) deverá anunciar esta sexta-feira a decisão sobre o uso da vacina da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19 em jovens dos 12 aos 15 anos. 

15h15 - "Podemos perder 3,6 milhões" de vacinas devido às restrições à Janssen: Portugal pode perder 3,6 milhões de vacinas devido à vacina da Janssen só poder ser administrada a maiores de 50 anos, alertou hoje o coordenador da 'task force' para o plano de vacinação contra a covid-19.
  

15h13 - “Manter matriz é importante para ter uma comunicação consistente". O deputado do Bloco de Esquerda Moisés Ferreira salientou que “manter a matriz de risco é importante para ter uma comunicação consistente com a população”. "Não estar a mudar regras a meio do jogo é um bom princípio. Isso não quer dizer que não possa haver novas fases de desconfinamento e deve haver”, disse. Lamentou ainda que a testagem tenha caído “brutalmente” depois de um pico de “dois ou três dias”.

15h09 - "Sinais são preocupantes". O PSD reagiu à reunião do Infarmed pela voz do deputado Ricardo Baptista Leite, a partir do Parlamento. "A posição dos especialistas é sensata”, começou por dizer o social-democrata, lamentando, no entanto, que “agora que os números aumentaram em Lisboa é que se vão aumentar os testes".

“O Reino Unido vai reavaliar muito em breve se Portugal continua na lista verde”, afirmou o deputado, sublinhando que Portugal está ao contrário e tem de fazer um esforço para garantir que a economia pode “continuar a funcionar”. Para Baptista Leite, os “sinais são preocupantes” e defendeu a introdução de mais variáveis na matriz de risco, embora concorde com os especialistas que se devem manter os "indicadores base".

15h08 - "Vacinação está a decorrer até melhor que o previsto”. A reação do PS chegou pela voz do secretário-geral José Luís Carneiro que sublinhou que “como foi possível vislumbrar, a vacinação está a decorrer até melhor que o previsto” e que “a eficiência da vacina mostra que há níveis de imunização elevados mesmo com uma primeira toma”. Dessa forma, agora, poderão libertar-se “outros setores da economia”, nomeadamente no comércio, restauração e turismo.

15h07 - Há “riscos que persistem". Paula Santos do PCP reagiu à reunião do Infarmed referindo que há “riscos, que persistem, no que diz respeito ao fornecimento de vacinas no nosso país”. A deputada comunista insistiu que é necessário suspender as patentes das vacinas e diversificar a compra e que tendo em conta todos os indicadores da doença, "não há qualquer justificação para a manutenção de medidas de restrição que não têm qualquer correspondência com a realidade". "É preciso devolver a vida às pessoas", disse.

15h06 - PAN não quer "calendarização antecipada", mas sim "planeamento": A deputada Bebiana Cunha sublinhou que deve haver prevenção e planeamento, mas que o desconfinamento deve ser baseado na “evidência atual e não numa calendarização antecipada”.

15h02 - Pandemia deve ser gerida “com tranquilidade e racionalidade”. A Iniciativa Liberal reagiu pela voz de Carla Castro, que criticou a “arbitrariedade” de algumas medidas em vigor. O partido lamenta que impere uma “cultura de medo” por parte do Governo, que “não confia nas pessoas”. Sublinhou ainda que “não há pressão nos sistemas de saúde”, e que pediram que a pandemia seja gerida “com tranquilidade e racionalidade”.

15h05 - Matriz de Risco: O relatório da DGS, que hoje deu conta de 598 novos casos e uma morte, mostra também a matriz de risco, de acordo com a qual Portugal está a aproximar-se da zona amarela. O Rt nacional e no território continental está nos 1,07. Já a incidência nacional está nos 59,6 e no continente é de 56,0. 

Notícias ao Minuto Matriz de risco mostra que Portugal está mais próximo da zona amarela 
 

15h00 - Boa tarde, iniciamos um novo registo de acompanhamento da pandemia, mas pode recordar o anterior aqui.

Leia Também: AO MINUTO: Rt mantém-se, incidência sobe. "Três novos patamares"?

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório