Meteorologia

  • 14 JUNHO 2021
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 31º

Edição

Mulher de 67 anos identificada por incêndio florestal em Vila Real

O incêndio teve origem numa queimada de sobrantes florestais que se descontrolou.

Mulher de 67 anos identificada por incêndio florestal em Vila Real

A Guarda Nacional Republicana (GNR) identificou, na segunda-feira, uma mulher de 67 anos que está acusada do crime de incêndio florestal, no concelho de Vila Real. 

No seguimento de um alerta de incêndio florestal, a GNR encaminhou militares para o local. Estes conseguiram apurar que as chamas tiveram origem numa queimada de sobrantes florestais que se descontrolou.

No total, garante a autoridade em nota enviada às redações, foram consumidos 200 m2 de vegetação.

Durante as diligências, a GNR identificou a responsável pela queimada e os factos foram remitidos para o Tribunal Judicial de Vila Real.

A força militar lembra que as queimas e queimadas são das principais causas de incêndios em Portugal e que, em qualquer altura do ano, é "proibido queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração florestal ou agrícola bem como efetuar queimadas sem pedir autorização ou fazer comunicação prévia". 

Leia Também: GNR abre concurso para reserva de recrutamento até 2000 candidatos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório