Meteorologia

  • 21 JUNHO 2021
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

Covid-19: Em julho podemos estar "muito perto" de alcançar objetivo

Ex-ministro da Saúde diz que "este é o momento para fazermos as escolhas certas com serenidade e sem medo" e defende que "vale a pena acreditar que o sucesso da vacinação será a condição necessária para o regresso à normalidade".

Covid-19: Em julho podemos estar "muito perto" de alcançar objetivo

Adalberto Campos Fernandes está convicto que Portugal pode chegar a julho "muito perto de alcançar o maior objetivo do último ano" relativamente à vacinação contra a Covid-19. Para isso, defendeu numa publicação no Facebook, é preciso que o país faça, nesta fase,  as "escolhas certas, com serenidade e sem medo". 

Sublinhando que nas próximas semanas Portugal receberá um grande volume de vacinas, o ex-governante nota que países com maior taxa de vacinação "demonstram que é possível reduzir a gravidade da doença e, sobretudo, diminuir significativamente a mortalidade por Covid-19".

Para o antigo ministro, apesar das dificuldades, "as opções que temos pela frente não deixam dúvidas", sendo que a prioridade na vacinação "permanece ligada ao critério idade". 

O antecessor de Marta Temido diz ainda que a aposta deve centrar-se na "transmissão da confiança", reforçando que "vale a pena acreditar que o sucesso da vacinação será a condição necessária para o regresso à normalidade".

A farmacêutica Janssen, do grupo Johnson & Johnson, começou esta segunda-feira a entregar vacinas contra a Covid-19 à União Europeia (UE), de dose única, anunciou a Comissão Europeia, classificando esta como uma "boa notícia" para atingir os objetivos europeus. A Portugal, o primeiro lote chega na quarta-feira.

Leia Também: AO MINUTO: Esplanadas fiscalizadas; Imposto para os que enriqueceram?

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório