Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2021
Tempo
12º
MIN 9º MÁX 20º

Edição

Ministro diz que existe cada vez mais cooperação entre PME e ciência

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, afirmou hoje que existe uma colaboração cada vez maior entre pequenas e médias empresas e a comunidade científica, ao intervir numa conferência dedicada ao Oceano.

Ministro diz que existe cada vez mais cooperação entre PME e ciência

uma área onde há hoje uma colaboração crescente entre pequenas e médias empresas e distribuidores de produtos próprios, com a comunidade científica. E essa colaboração é particularmente importante para uma evolução cada vez mais articulada entre ciência e economia", afirmou o governante ao intervir na conferência online "O Oceano que Pertence a Todos", organizada pelo Clube de Lisboa, em cooperação com a Embaixada do Japão em Portugal e a Agência Marítima de Segurança Europeia (EMSA).

Manuel Heitor afirmou que, no contexto europeu, está a ser desenhada "uma grande missão" para os oceanos, na qual Portugal participa ativamente.

"Criámos uma nova plataforma de cooperação e tenho discutido com o ministro do Mar o lançamento de um novo programa no contexto europeu, reforçando agora o quadro de cooperação internacional", indicou.

"Hoje, temos um conjunto de três grandes laboratórios associados na área do mar e temos uma rede de formação avançada que é completamente distinta daquela que havia nos anos 90", referiu.

Também no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência, o ministro manifestou esperança na "possibilidade de lançar grandes agendas mobilizadoras".

"Quer no âmbito do Programa de Recuperação Económica, quer no âmbito do programa Horizonte Europa, claramente temos de nos mobilizar com um programa que agora seja promotor das sinergias entre os vários fundos", declarou.

De acordo com Manuel Heitor, está em avaliação uma proposta para criação de um novo laboratório no Algarve.

Presente num painel de discussão aberta, Samuel Collins, gestor de projetos da Fundação Oceano Azul (Lisboa), defendeu que a sociedade civil tem "todo o interesse" na questão dos oceanos e do clima, uma vez que as consequências de um oceano e de um clima "não saudáveis" terão impacto na vida de todos.

"A pandemia [de covid-19] veio mostrar-nos isto. Todos os setores da vida das pessoas foram afetados", exemplificou, acrescentando que a sociedade civil tem "um papel da maior importância em pressionar os decisores políticos" para a ação.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório