Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2021
Tempo
14º
MIN 6º MÁX 18º

Edição

Vacina da AstraZeneca "aplicada prioritariamente a pessoas abaixo dos 65"

"Autoridades portuguesas preparam-se para dar uma orientação prática" neste sentido, afirmou o comentador esta noite na SIC Notícias. Primeiras doses desta vacina chegaram hoje ao nosso país.

Vacina da AstraZeneca "aplicada prioritariamente a pessoas abaixo dos 65"

A vacina da AstraZeneca vai ser administrada "prioritariamente" a pessoas com menos de 65 anos em Portugal. A informação foi revelada por Luís Marques Mendes no seu habitual espaço de comentário na SIC Notícias, aos domingos. "As autoridades portuguesas preparam-se para dar uma orientação prática no sentido de enquanto não houver mais estudos, mais testes, mais elementos, esta vacina vai ser aplicada prioritariamente a pessoas abaixo dos 65 anos", disse.

Em "termos imediatos", prosseguiu, "às Forças Armadas, forças de segurança e bombeiros que, de um modo geral, são tudo pessoas abaixo de 65 anos". Já para as acima desta idade, revelou ainda o ex-líder do PSD, "estão disponíveis as outras vacinas, seja a Pfizer, seja a Moderna".

De recordar que Portugal recebeu este domingo um lote de 43.200 vacinas da AstraZeneca, o primeiro deste laboratório, informou à Lusa a task force para o Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19.

"Informa-se, após efetuados os normais procedimentos de verificação, da chegada a Portugaldomingo, 7 de fevereiro, de um lote de 43.200 vacinas da AstraZeneca", adiantou a 'task force' numa breve declaração enviada à Lusa.

Esta é a terceira vacina contra o novo coronavírus a chegar ao país, depois da Pfizer e da Moderna. O primeiro lote do consórcio AstraZeneca/Oxford foi recebido em Portugal um dia após a chegada a Espanha das primeiras 196.800 doses.

Numa atualização do processo de vacinação contra a Covid-19 em Portugal até 1 de fevereiro, a ministra da Saúde, Marta Temido, referiu que o nosso país já recebeu mais de 400 mil vacinas: 387.270 da BioNTech/Pfizer e 19.200 da Moderna.

Como é o Plano Português?

O Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19 arrancou em 27 dezembro com a administração das vacinas aos profissionais de saúde dos hospitais diretamente envolvidos na prestação de cuidados aos doentes. Segundo disse na quinta-feira a ministra da Saúde, o país tinha nesse dia "cerca de 378 mil inoculações de vacinas" contra a Covid-19.

Já na terça-feira, arrancou a vacinação em centros de saúde de idosos com 80 ou mais anos e de pessoas com mais de 50 anos com doenças associadas.

A campanha de vacinação contra a Covid-19 foi planeada de acordo com a disponibilidade das vacinas contratadas para Portugal, que estão a ser administradas faseadamente a grupos prioritários, até que toda a população elegível esteja vacinada.

Ainda de lembrar que a Fase 1 abrange os profissionais de saúde diretamente envolvidos na prestação de cuidados a doentes, funcionários e utentes de lares de idosos e da rede nacional de cuidados continuados integrados, assim como elementos das forças armadas, das forças de segurança, de serviços críticos e titulares de órgãos de soberania e altas entidades públicas.

[Notícia atualizada às 22h03]

Leia Também: Covid-19: Portugal recebeu hoje primeiro lote de vacinas da AstraZeneca

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório