Meteorologia

  • 09 AGOSTO 2020
Tempo
27º
MIN 18º MÁX 28º

Edição

PJ procura corpo de Madeleine McCann no Algarve

A RTP avança, esta sexta-feira, que já foram realizadas buscas no interior de poços em Vila do Bispo, no distrito de Faro.

PJ procura corpo de Madeleine McCann no Algarve
Notícias ao Minuto

21:05 - 10/07/20 por Notícias Ao Minuto 

País Maddie McCann

A Polícia Judiciária (PJ) procura o corpo de Madeleine McCann no Algarve, avança a RTP. A estação pública revela ainda que já foram realizadas buscas em Vila do Bispo, no distrito de Faro, dentro de poços. Estas foram levadas a cabo com o apoio da GNR e de bombeiros. 

De recordar que a menina britânica desapareceu poucos dias antes de fazer 4 anos, em 3 de maio de 2007, do quarto onde dormia juntamente com os dois irmãos gémeos, mais novos, num apartamento de um aldeamento turístico, na Praia da Luz, no Algarve.

No passado mês de junho, a polícia britânica, em simultâneo com a alemã, lançou um novo apelo público de informação sobre um homem alemão, suspeito de envolvimento no desaparecimento - Christian Bruckner

suspeito, de 43 anos, atualmente a cumprir pena de prisão na Alemanha, terá vivido no Algarve durante períodos entre 1996 e 2007, e registos telefónicos colocam-no na área da Praia da Luz no dia em a criança inglesa desapareceu. 

Na altura, a Metropolitan Police, que está a investigar o desaparecimento numa investigação designada por 'Operação Grange', identificou uma carrinha caravana branca de marca Volkswagen que o suspeito usou para viver e também um automóvel Jaguar ao qual teria acesso

A polícia inglesa identificou também dois números de telemóvel, um usado pelo suspeito e que terá recebido uma chamada entre as 19h32 e 20h02 de 3 de maio na zona da Praia da Luz, e outro que iniciou o telefonema e que poderá ser uma "testemunha altamente significativa". 

Melhor amigo acredita que Christian Brueckner vendeu Maddie

O melhor amigo do principal suspeito do desaparecimento de Madeleine McCann afirma que "acredita" que foi o amigo que a raptou. Michael Tatschl vivia com o alegado pedófilo alemão na Praia da Luz, em 2007, altura em que a menina britânica desapareceu. "Ela era um pervertido e seria bem capaz de raptar uma criança para abusos sexuais ou dinheiro", diz, citado pelo Mirror.

Michael foi interpelado no ano passado pela polícia austríaca e alemã para responder a algumas questões sobre o desaparecimento da menina, na altura com três anos. O homem terá mencionado o facto de como o seu amigo se gabava de entrar nas casas dos turistas e, ainda, de como fazia dinheiro ao vender crianças.

Suspeito de rapto de Maddie expulso de Portugal por crimes sexuais

Christian Brueckner, o principal suspeito do desaparecimento de Madeleine McCann, terá sido expulso de Portugal duas vezes por crimes sexuais contra crianças, mas nunca foi colocado no registo de criminosos do país nos 22 anos em que entrou e saiu do Algarve.

Contou o jornal britânico Metro, que o alemão foi extraditado para o país de origem pela primeira vez em 1999, onde esteve detido durante dois anos por abusar sexualmente de um menor. Em 2017, o homem voltou a ser novamente expulso de Portugal para cumprir 15 meses de prisão na Alemanha por abuso infantil e posse de pornografia infantil.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório