Meteorologia

  • 31 MAIO 2020
Tempo
27º
MIN 19º MÁX 29º

Edição

Alentejo tem menos casos, mas não significa que não são graves

O Alentejo é uma das regiões do país que registam menor número de casos confirmados de covid-19, mas "isso não significa que não são graves e significativos", alertou hoje o coordenador regional do combate à pandemia.

Alentejo tem menos casos, mas não significa que não são graves
Notícias ao Minuto

17:57 - 09/04/20 por Lusa

País Covid-19

"Temos tido valores que são menos significativos do que aquilo que tem sido no resto do país, mas isso não significa que não são graves e significativos, porque têm a ver com a vida e a saúde das pessoas", afirmou Jorge Seguro Sanches.

O também secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional falava à agência Lusa por telefone, depois de presidir a uma reunião com serviços da administração central do Alentejo, realizada por videoconferência.

Jorge Seguro Sanches foi escolhido pelo primeiro-ministro para coordenar a execução a nível regional das medidas de combate à pandemia da covid-19, no âmbito da declaração de estado de emergência.

Na região do Alentejo, segundo o mais recente balanço da Direção-Geral da Saúde (DGS), há 94 casos de infeção confirmados e ainda não se registou qualquer morte por covid-19.

O coordenador das medidas de combate à pandemia da covid-19 no Alentejo, que se deslocou hoje a Évora para participar na reunião, disse que pretende acompanhar "o esforço despendido" na região para "proteger da melhor maneira as populações".

"Queremos criar as melhores condições ao nível do Estado, da Administração Central, autarquias locais, instituições particulares de solidariedade social e voluntariado para que possam trabalhar o melhor possível", sublinhou.

Para o também secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional, "não há ninguém que possa dizer que está preparado para enfrentar esta pandemia", pelo que "todos têm a obrigação de se preparar o melhor possível".

"É uma situação diferente de tudo o que conhecíamos, mas é nestas situações que temos de estar muito atentos, de nos organizar e trocar informações e seguir os conselhos das autoridades de saúde para conseguirmos os melhores resultados possíveis", realçou.

O responsável governamental indicou que as entidades do Alentejo estão a "cumprir as orientações que são dadas pelas autoridades de saúde", observando que a região "tem especificidades próprias" que devem ser tidas "em conta".

"É nesse quadro que faz sentido que haja este trabalho de grande proximidade que procuro ter com as entidades do Estado, autarquias locais e comunidades intermunicipais e tenho procurado fazê-lo através de reuniões", referiu.

Jorge Seguro Sanches disse notar que, "apesar das dificuldades", existe "uma grande motivação e dedicação" dos responsáveis de todas a entidades da região envolvidas, que deixa todos "com vontade de continuar a dar o melhor".

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,5 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram quase 89 mil.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela DGS, registaram-se 409 mortes, mais 29 do que na véspera (+7,6%), e 13.956 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 815 em relação a quarta-feira (+6,2%).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório