Meteorologia

  • 05 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Covid-19: Criada conta '#TodosPorQuemCuida' para recolher donativos

A Ordem dos Médicos e a Ordem dos Farmacêuticos criaram uma iniciativa para receber contributos destinados aos profissionais que estão na frente do combate à pandemia de covid-19, que podem ser donativos financeiros ou de bens.

Covid-19: Criada conta '#TodosPorQuemCuida' para recolher donativos
Notícias ao Minuto

12:19 - 06/04/20 por Lusa

País Covid-19

'#TodosPorQuemCuida' é o nome da iniciativa, apresentada como uma conta solidária, para "proteger quem cuida dos portugueses" e que tem o apoio da Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica (Apifarma).

O objetivo é recolher fundos, mas também equipamentos hospitalares, de proteção individual e outros materiais necessários nos serviços de saúde e socorro.

O apoio destina-se a "todos os profissionais de saúde, nomeadamente assistentes operacionais, secretários clínicos, técnicos superiores de diagnóstico e terapêutica, enfermeiros, farmacêuticos, médicos e tantos outros, mas, também às forças de segurança, bombeiros, cuidadores, entre outras profissões chamadas a estar na linha da frente", anunciaram as entidades promotoras, em comunicado.

A atividade da "Conta Solidária" pode ser seguida na rede social Youtube, através do endereço hastag #TodosPorQuemCuida.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,2 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais mais de 68.000 morreram.

Dos casos de infeção, mais de 238.000 são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com mais de 664.000 infetados e mais de 49.000 mortos, é aquele onde se regista o maior número de casos. Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais: 15.887 óbitos, em 128.948 casos confirmados até hoje.

Portugal regista hoje 311 mortes associadas à covid-19, mais 16 do que no domingo, e 11.730 infetados (mais 452), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

O país está em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado na quinta-feira na Assembleia da República.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório