Meteorologia

  • 10 DEZEMBRO 2019
Tempo
10º
MIN 6º MÁX 15º

Edição

Câmara de Lisboa discute construção de três residências universitárias

O executivo da Câmara de Lisboa discute na quinta-feira uma proposta da Universidade de Lisboa para a construção de três residências universitárias, na freguesia de Alvalade, com 704 quartos e mais de 800 camas.

Câmara de Lisboa discute construção de três residências universitárias
Notícias ao Minuto

12:51 - 04/12/19 por Lusa

País Câmara de Lisboa

De acordo com uma proposta subscrita pelo vereador responsável pelo pelouro do Urbanismo, Ricardo Veludo (Cidadãos por Lisboa, eleito nas listas do PS), a que a Lusa teve acesso, a Universidade de Lisboa apresentou um "pedido de informação prévia" para "a construção de três edifícios destinados a residências universitárias com 704 quartos e aproximadamente 808 camas", bem como espaços para comércio e restauração.

O local deverá ainda ter um espaço de estacionamento, em cave e com capacidade de 780 lugares, "que servirá os utilizadores da cidade universitária em geral".

O projeto prevê a divisão da empreitada em três fases, a primeira, com um duração de 14 meses, para a construção do edifício 1 (com seis pisos) e "arranjos exteriores do lado norte", a segunda fase, com o prazo de um ano, destinada à construção de uma praça, do estacionamento e arranjos exteriores, e a construção dos edifícios 2 (igualmente com seis pisos) e 3 (que varia entre quatro, cinco e seis pisos) e "restantes espaços exteriores" numa terceira fase, com a duração de 14 meses.

Desta forma, segundo a proposta que será discutida na quinta-feira, o vereador Ricardo Veludo propõe a "homologação de parecer favorável" ao pedido de informação prévia da Universidade de Lisboa para a construção das residências universitárias "condicionada à apresentação de pedido de licenciamento" e ao cumprimento de alguns pressupostos.

Entre outras condicionantes, terão de ser entregues um "estudo de impacto de tráfego e de transportes", um projeto de arranjos exteriores e os espaços de comércio não poderão ocupar uma área superior a 20% da parcela.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório