Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 11º MÁX 16º

Edição

Governo presta esclarecimentos sobre crise energética ainda esta manhã

Está agendada para as 12h desta sexta-feira uma conferência de imprensa que reunirá os ministros do Ambiente e do Trabalho.

Governo presta esclarecimentos sobre crise energética ainda esta manhã
Notícias ao Minuto

10:34 - 09/08/19 por Filipa Matias Pereira 

País greve dos motoristas

O Governo prestará esclarecimentos, ainda na manhã desta sexta-feira, relativamente à crise energética e ao parecer do Conselho Consultivo da Procuradoria-Geral da República (PGR). A conferência de imprensa, que está agendada para as 12h, reunirá o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, e o ministro do Trabalho, José António Vieira da Silva.

O comunicado enviado às redações detalha que a conferência de imprensa terá lugar na Presidência do Conselho de Ministros, em Lisboa.  

Recorde-se que o Governo recebeu, nesta quinta-feira, o parecer do conselho consultivo da PGR sobre a legalidade da greve dos motoristas, que tem início previsto para a próxima segunda-feira. 

De salientar ainda que a SIC Notícias avançou que o parecer da Procuradoria Geral da República admite que o Executivo de António Costa possa recorrer à requisição civil preventiva. Isto é, antes do início da greve marcado para o próximo dia 12, segunda-feira.

Na prática, com esta tomada de posição, a PGR legitima o nível elevado de serviços mínimos que o Governo decretou na quarta-feira e permite tomar mais medidas antecipadas para reduzir o impacto da paralisação.

Este parecer foi entregue precisamente um dia depois de o ministro do Trabalho, Vieira da Silva, ter definido e anunciado, em conferência de imprensa, "os serviços mínimos indispensáveis" perante a anunciada greve dos motoristas de matérias perigosas agendada. 

Também presente na conferência esteve o ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, que vincou que "o Governo está em condições de, preventivamente, poder declarar o estado de emergência energética".

Entretanto, perante a iminência desta greve, os portugueses já começaram a acorrer aos postos de combustível e, pese embora a greve ainda não tenha começado, já há filas um pouco por todo o país

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório