Meteorologia

  • 13 DEZEMBRO 2019
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

Já há duas conservatórias em Lisboa a abrir duas horas mais cedo

Medida visa atenuar as longas filas de espera para a renovação do cartão de cidadão.

Já há duas conservatórias em Lisboa a abrir duas horas mais cedo
Notícias ao Minuto

08:45 - 09/07/19 por Melissa Lopes 

País Conservatória

Os balcões da conservatória do Campus da Justiça e da conservatória na avenida Fontes Pereira de Melo, em Lisboa, estão desde esta segunda-feira a abrir duas horas mais cedo, às 7 horas, uma medida  que já havia sido anunciada pelo Governo, e que visa ajudar a resolver os constrangimentos e as longas filas nos serviços devido, sobretudo, à renovação do cartão do cidadão.

“Estamos a fazer uma ação de promoção para divulgar que nunca houve tantas alternativas para renovar o cartão do cidadão e com isto estamos a abrir mais cedo, às 7h.  Embora o atendimento continue a ser às 9h, temos bancas que contribuem para as pessoas poderem fazer aqui o cartão de cidadão online, de forma assistida”, explicou Bruno Maia, representante do conselho diretivo do Instituto de Registo e Notariado (IRN) explicou, na antena da SIC Notícias.

E, para já, os resultados no primeiro dia, que foi ontem (segunda-feira) “foram bastante positivos”. “Tivemos um conjunto substancial de cidadãos que devidamente auxiliados conseguiram fazer a sua renovação online”, adiantou o responsável.

Bruno Maia referiu que os serviços estão a atender "todos os cidadãos". "Sendo certo que estamos a convidar quem tenha mais de 25 anos a testar a renovação online do cartão do cidadão e com isso poderem não estar na fila e poderem resolver o seu problema mais célere, como aliás podia aconteceria se estivessem em sua casa com a chave digital ou com os códigos do seu cartão de cidadão", sublinhou.

O responsável disse ainda que é expectável que a medida seja alargada, no fututo, a outros serviços de registo e notariado. 

Bruno Maia defendeu, por fim, que os dois factores que estão a contribuir para o aumento do fluxo nos serviços são, por um lado, “a alteração da lei da nacionalidade que veio trazer um conjunto de novos pedidos" e, por outro lado, "também a situação do Brexit". "Temos uma situação de alargamento de necessidades acrescidas de cartão de cidadão e com isso um fluxo maior nos nossos serviços que estamos a tentar dar resposta", assegurou. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório