Meteorologia

  • 16 JULHO 2019
Tempo
19º
MIN 18º MÁX 20º

Edição

Portugal é um exemplo pela forma como adotou o processo de Bolonha

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, disse hoje que Portugal é um exemplo no contexto europeu pela forma como adotou o processo de Bolonha, considerando que o país tem um ensino superior "totalmente articulado" com a Europa.

Portugal é um exemplo pela forma como adotou o processo de Bolonha
Notícias ao Minuto

13:12 - 19/06/19 por Lusa

País Ministro

Aveiro, 19 jun 2019 (Lusa) -- O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, disse hoje que Portugal é um exemplo no contexto europeu pela forma como adotou o processo de Bolonha, considerando que o país tem um ensino superior "totalmente articulado" com a Europa.

"O orgulho que nos enche do processo de transformação do Ensino Superior português no contexto europeu nestes 20 anos acho que deve ser hoje consensual", disse Manuel Heitor, adiantando que ainda há muito para fazer, nos próximos anos.

O governante falava durante uma conferência realizada na Universidade de Aveiro (UA) de reflexão e debate sobre a implementação e o futuro do Processo de Bolonha, no dia em que se assinalam 20 anos sobre a assinatura da declaração de Bolonha.

No seu discurso, Manuel Heitor disse: "hoje orgulhamo-nos de ter um ensino superior e uma comunidade científica totalmente articulada com a Europa, algo que não era há 20 anos atrás".

"Estamos num processo de convergência europeia iniciado em 2016 e agora temos um trajeto até 2030 para atingir níveis de desenvolvimento com as melhores referencias europeias", adiantou.

O ministro destacou cinco áreas onde se registaram as maiores mudanças, desde logo a internacionalização do corpo de estudantes, tendo multiplicado por oito vezes o número de estudantes estrangeiros que pelo menos passam entre um semestre e um ano em Portugal e por seis vezes o número de estudantes portugueses que circulam por toda a Europa em redes europeias e internacionais de mobilidade.

A diversificação da oferta de ensino, o alargamento e consolidação do sistema de ação social, a qualidade através de um sistema de acreditação e avaliação e a crescente integração europeia com o reforço das redes científicas e do esforço de desenvolvimento da capacidade científica e tecnológica em Portugal foram outras áreas onde houve mais ganhos.

O ministro referiu ainda que o processo de Bolonha nestes 20 anos foi também "um campo fértil de discussão, de reflexão, de avanço e recuos na relação entre o Estado, a sociedade e as instituições de ensino superior", lembrando que "diferentes Estados na Europa reagiram de forma diferente", nomeadamente relativamente ao tempo de duração dos cursos.

"Os nossos vizinhos espanhóis tiveram opções diferentes da opção portuguesa. Hoje a Espanha em grande parte quer retomar aquilo que foi a experiência portuguesa e obviamente isso deve-nos contentar. Hoje Portugal é também um exemplo no contexto europeu, não apenas em Espanha, mas noutros países, da forma como adotou o processo de Bolonha", afirmou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório