Meteorologia

  • 11 NOVEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Força Aérea em Alverca em serviços mínimos por deteção de legionella

A bactéria foi detetada na realização das análises habituais.

Força Aérea em Alverca em serviços mínimos por deteção de legionella

Foi detetada a presença de legionella nas instalações do Depósito Geral de Material da Força Aérea (DGMFA), em Alverca. 

A informação foi confirmada ao Notícias ao Minuto por fonte oficial da Força Aérea, de acordo com a qual a bactéria foi encontrada na sequência da realização das análises habituais aos reservatórios de água. 

"Por precaução" e "para realização de limpeza", aquela unidade foi reduzida "aos serviços mínimos" e assim "se manterá até à próxima segunda-feira". 

Recorde-se que a legionella é um microrganismo omnipresente no meio aquático e, de acordo com a Direção-Geral da Saúde (DGS), pode existir em reservatórios naturais, rios e lagos e, também, em reservatórios artificiais como sistemas de água doméstica (quente e fria), humidificadores, torres de arrefecimento de sistemas de condicionamento de ar, 'jacuzzis', piscinas, instalações termais, águas sujas paradas e fontes decorativas (repuxos, por exemplo) - locais onde se produzam aerossóis com facilidade.

Importa ainda salientar, como explicou o diretor do Serviço de Doenças Infeciosas do Hospital de Egas Moniz, Kamal Mansinho, ao Notícias ao Minuto, que "há uma diferença entre encontrar Legionella numa torneira ou num chuveiro e desenvolver a doença. Há uma quantidade mínima acima da qual o risco de desenvolver a doença é grande". 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório