Meteorologia

  • 16 JUNHO 2019
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 16º

Edição

António Costa pode estar a "sonhar" trocar Portugal pela Europa

O candidato do CDS às europeias fez hoje um duro ataque ao primeiro-ministro, dramatizou problemas financeiros no futuro e alertou que António Costa pode estar a "sonhar" deixar Portugal para "um destino algures na Europa".

António Costa pode estar a "sonhar" trocar Portugal pela Europa
Notícias ao Minuto

23:55 - 13/05/19 por Lusa

Política Nuno Melo

Nuno Melo discursou para mais de 150 militantes e simpatizantes numa churrascaria em Coimbra, devolveu ao PS e a Costa a responsabilidade pela austeridade em Portugal e acusou os socialistas de não aprenderem com os erros do passado, de 2011, que levaram "o país à bancarrota" e à intervenção da 'troika' quando José Sócrates era primeiro-ministro.

O eurodeputado e de novo "número um" do CDS nas europeias questionou-se como é que os socialistas têm "o topete" de responsabilizar o CDS, que, com o PSD, governou o país de 2011 a 2015, sob a intervenção da 'troika', quando foi o executivo de direita que honrou "um compromisso deles", e hoje "nem um obrigado são capazes de dizer".

Olhando para a governação de António Costa, afirmou que o PS "não aprende com os erros" e deixou um alerta para o futuro.

"Se nada for feito, infelizmente, o caminho poderá ser esse [o das dificuldades ou crise] e não tem a ver com o Diabo. Por alguma razão o dr. António Costa agora quer ir embora e sonha com um destino algures próximo de Bruxelas. Por alguma razão será", afirmou, numa referência às notícias que dão o líder socialista português como potencial candidato a um cargo europeu, objetivo que o próprio negou.

Tal como tem feito nos últimos dias, Melo responsabiliza o PS e António Costa por quererem transformar estas europeias numa "primeira volta" das legislativas de outubro, pelo que prometeu continuar a debater temas nacionais e também discutir questões europeias e apresentar medidas.

Outra promessa feita pelo eurodeputado é mostrar a fotografia em que Sócrates e Costa surgem abraçados um ao outro [já usado no debate a seis na SIC) sempre que o primeiro-ministro e líder do PS "tiver o cinismo" de "relacionar" o CDS "com a austeridade".

"A austeridade está aqui, tem nome e tem um rostos, José Sócrates e António Costa", disse aos presentes, mostrando-a depois aos presentes na sala.

Melo sugere que ninguém perdoe a estes dois socialistas, dado que ainda há portugueses a pagar "esses tempos penosos" da 'troika'.

"Não é passado, é presente e é penoso", disse o eurodeputado, ao mesmo tempo que recorda Pedro Silva Pereira, ex-ministro, eurodeputado e que "negociou com a 'troika' e subscreveu o programa de auesteridade", em 2011.

No dia 13 de maio, que foi o primeiro dia de campanha oficial para as europeias de 26 de maio, Nuno Melo brincou com a data e que "estas coisas não acontecem por acaso", dado que o CDS aparece em 13.º lugar no boletim de voto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório