Meteorologia

  • 17 FEVEREIRO 2019
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 14º

Edição

A "principal fonte de receita do Ministério da Justiça" está em greve

A paralisação, que começou esta quarta-feira, irá manter-se até sexta-feira. Por outras palavras, os serviços só voltarão a funcionar na próxima segunda-feira, véspera de Ano Novo.

A "principal fonte de receita do Ministério da Justiça" está em greve
Notícias ao Minuto

08:50 - 26/12/18 por Patrícia Martins Carvalho 

País Paralisação

Os trabalhadores dos Registos e do Notariado estão, desde esta quarta-feira, em greve como forma de protesto contra a não abertura de concursos para os serviços.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores dos Registos e do Notariado, a “paralisação nacional do setor acontece como forma de pressão para que o Governo abra concursos, internos e externos, com regras mais transparentes e objetivas”.

Segundo a mesma fonte, não são abertos concursos “há mais de 16 anos” o que provoca um “défice de funcionários” num serviço que, “segundo números oficiais, carece de mais de 30% de efetivos”.

A greve, que começa hoje e só termina na sexta-feira, pretende alertar o Governo para a necessidade de introduzir mais funcionários num serviço que é a “principal fonte de receita do Ministério da Justiça”.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Registos e do Notariado fará, pelas 12h00 de hoje, um ponto de situação da greve em frente à Conservatória dos Registos Automóveis, no Porto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório