Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2019
Tempo
23º
MIN 14º MÁX 25º

Edição

Padre admite que se deitava com alunos

O ex-vice reitor do Seminário do Fundão, acusado em tribunal de abusos sexuais, nega qualquer crime, mas admite que se deitava com os seminaristas na cama, garantindo, no entanto, que não fazia mais do que as mães e os pais fazem aos filhos, escreve o Jornal de Notícias.

Padre admite que se deitava com alunos

O padre Luís Miguel Campos Mendes reconhece que se deitava com os alunos na cama, mas nega qualquer abuso sexual, crime do qual está acusado. A sua justificação é de que não fazia mais do que qualquer pai ou qualquer mãe.

Apesar de admitir que ia para debaixo dos lençóis com os seminaristas, o padre acusado de crimes de pedofilia garante que era para confortar os alunos que estavam ou doentes ou desconsolados pelo afastamento da família.

De acordo com o Jornal de Notícias, o ex-vice reitor afirma que só lhes fazia festas na cara e cócegas.

Ao juiz de instrução, Luís Miguel Campos Mendes explicou ainda que sofria de depressão desde há cinco anos devido a excesso de trabalho.

Sobre os depoimentos dos seis alunos que o acusam de abusos sexuais, o padre refere que se trata apenas de maledicência e não de factos reais.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório