Meteorologia

  • 24 FEVEREIRO 2018
Tempo
MIN 4º MÁX 6º

Edição

Deputados catalães exilados em Bruxelas renunciam a mandato

Lluís Puig, Clara Ponsatí e Meritxell Serret tomaram a decisão como "ato de dignidade pelo país" para assegurar maioria independentista no parlamento catalão

Deputados catalães exilados em Bruxelas renunciam a mandato
Notícias ao Minuto

19:41 - 28/01/18 por Pedro Bastos Reis

Mundo Catalunha

Os deputados ex-ministros Lluís Puig e Clara Ponsat (do Juntos pela Catalunha) e Meritxell Serret (da ERC) , exilados em Bruxelas tal como Carles Puigdemont, renunciaram aos seus cargos este domingo. A decisão deverá ser formalizada amanhã, segunda-feira.

A decisão foi comunicada por Lluís Puig na rede social Twitter. O deputado falou em "ato de dignidade pelo país". A ERC, no entanto, ainda não confirmou oficialmente que Serret vai mesmo renunciar. 

Impedidos de delegar o seu voto para a investidura do novo governo catalão, agendada para a próxima terça-feira, os deputados tomaram esta decisão para assegurar a maioria que permitirá a Carles Puigdemont ser eleito presidente da Generalitat.

Para isso, no entanto, o ex-líder terá de regressar a Espanha. Se o fizer, será detido e, posteriormente, terá de obter a autorização do juiz do supremo tribunal, Pablo Llarena, para marcar presença na sessão de terça-feira no parlamento catalão.

Este domingo, o deputado do Juntos pela Catalunha Josep Rull garantiu que Puigdemont pretende regressar a Espanha para tomar posse como presidente. No entanto, o líder do Juntos pela Catalunha exige "garantias" do supremo tribunal, uma vez que, para marcar presença e ser investido, precisa de uma autorização judicial, tendo em conta a ordem de busca e captura vigente.

A renúncia dos três deputados exilados surge na sequência da decisão do tribunal constitucional, no sábado, que impediu a investidura à distância de Puigdemont. Esta rejeição estende-se também aos deputados exilados em Bruxelas, impedidos de delegar o seu voto. 

Nesse sentido, para garantirem a maioria independentista na votação, Lluís Puig Gordi, Clara Ponsatí e Meritxell Serret renunciaram ao cargo. 

Tudo se encaminha para que Puigdemont regresse mesmo a Espanha. Resta saber até que ponto o Supremo irá autorizar a sua presença na sessão de terça-feira. 

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.