Meteorologia

  • 24 FEVEREIRO 2024
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 15º

Maior apreensão de marfim em nove anos em aeroporto parisiense

As alfândegas do aeroporto parisiense de Roissy encontraram 136 quilogramas de marfim em caixas provenientes da República Democrática do Congo com destino ao Vietname, anunciaram hoje as autoridades francesas.

Maior apreensão de marfim em nove anos em aeroporto parisiense
Notícias ao Minuto

14:06 - 11/06/15 por Lusa

Mundo Roissy

A 27 de maio, ao investigar um carregamento de peças, os agentes encontraram uma dezena de presas de elefantes, cortadas em 37 pedaços escondidos sob placas de alumínio, talvez para não serem identificadas pelos raios-x.

Esta é a mais importante apreensão de "ouro branco" desde dezembro de 2006. Os agentes da Direção de Informações e Investigações Alfandegárias (DNRED, sigla em francês) apreenderam na altura 600 quilogramas de marfim bruto.

"É um caso tristemente emblemático", comentou Sébastien Tiran da direção inter-regional das alfândegas de Roissy. Há algumas modas em termos de tráfico de animais exóticos, mas "infelizmente o marfim nunca passa de moda", sublinhou.

"Vários critérios podem servir de alerta: a rota, que é inscrita nos documentos ligados à declaração", explicou Tiran. "Assim que temos dúvidas, investigamos".

As presas de elefantes são quase sempre oriundas da África central e de oeste (RDCongo e Camarões) para a Ásia, em particular China e Vietname, de acordo com as alfândegas.

Na Ásia, o preço do marfim bruto no mercado negro triplicou nos últimos anos, passando de 500 euros por quilograma para mais de 1.500 atualmente.

As alfândegas de Roissy apreendem regularmente animais ou partes de animais, por vezes espécies ameaçadas de extinção, transportadas ilegalmente.

Recomendados para si

;
Campo obrigatório