Meteorologia

  • 14 JULHO 2024
Tempo
26º
MIN 15º MÁX 26º

Sorrisos, paradas e passeios de carro. Putin visitou aliado Kim Jong-un

Os dois líderes assinaram um tratado de parceria estratégica, que prevê a prestação de assistência mútua em caso de agressão a um dos países. 

Notícias ao Minuto

14:50 - 19/06/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Rússia/Coreia do Norte

O presidente russo, Vladimir Putin, chegou esta quarta-feira à Coreia do Norte na sua primeira visita ao país em quase 25 anos. O momento ficou registado em imagens.

Entre sorrisos, apertos de mão, paradas oficiais e momentos descontraídos, ainda houve tempo para Putin conduzir um carro em Pyongyang - conforme pode ver na galeria de imagens acima.

À chegada, Putin disse ao líder norte-coreano, Kim Jong-un, que "aprecia o apoio" dado à política russa, informaram 'media' russos.

No encontro entre ambos,  foi assinado um tratado de parceria estratégica - um "documento verdadeiramente revolucionário", segundo o líder russo - que prevê a prestação de assistência mútua em caso de agressão a um dos países. 

"O acordo de parceria global prevê igualmente a prestação de assistência mútua em caso de agressão contra uma das partes do acordo", declarou Putin após conversações com o líder norte-coreano, segundo a agência noticiosa russa TASS.

Além deste acordo, Putin defendeu que as sanções do Conselho de Segurança das Nações Unidas contra a Coreia do Norte devido ao programa nuclear devem ser reexaminadas.

Por sua vez, Kim Jong-un considerou que as relações entre a Rússia e a Coreia do Norte estão a entrar numa "nova era de prosperidade" e prometeu reforçar a "amizade vigorosa" entre os dois países.

"O Governo da República Popular Democrática da Coreia aprecia a importante missão e o papel de uma Rússia forte na manutenção da estabilidade e do equilíbrio no mundo", disse Kim, garantindo "apoio total" à operação militar lançada pela Rússia na Ucrânia em fevereiro de 2022.

De recordar que, nesta deslocação, Putin fez-se acompanhar pelo seu chefe da diplomacia, Serguei Lavrov, e pelo seu ministro da Defesa, Andrei Belooussov, numa delegação que inclui também dois vice-primeiros-ministros e o diretor da agência espacial russa Roscosmos.

A visita realiza-se a convite do líder norte-coreano, Kim Jong-un, que há nove meses se encontrou com Putin no Extremo Oriente russo com registo de elogios mútuos, mas não de acordos oficiais.

Leia Também: Putin chega à Coreia do Norte na 1.ª visita de Estado ao país desde 2000

Recomendados para si

;
Campo obrigatório