Meteorologia

  • 28 MAIO 2024
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 28º

Frelimo decide candidato à sucessão de Nyusi a 3 de maio

A comissão política da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo) convocou hoje uma sessão extraordinária do Comité Central para 03 de maio, na qual é esperada a escolha do candidato à sucessão de Filipe Nyusi como Presidente da República.

Frelimo decide candidato à sucessão de Nyusi a 3 de maio
Notícias ao Minuto

19:38 - 22/04/24 por Lusa

Mundo Moçambique

"A comissão política convocou para o dia 03 de maio a realização da I Sessão Extraordinária do Comité Central da Frelimo, na Escola Central do partido, na cidade da Matola, província de Maputo", lê-se no comunicado daquele órgão, que se reuniu hoje em Maputo sob direção do presidente da Frelimo e chefe de Estado, Filipe Nyusi.

A 24.ª reunião, semanal, da comissão política visou "analisar a actual situação política, económica e sócio-cultural do país" e no comunicado não é ainda adiantada a agenda do Comité Central extraordinário de 03 de maio.

Contudo, o presidente da Frelimo, Filipe Nyusi, anunciou em 06 de abril que a comissão política do partido vai apresentar nos próximos dias ao Comité Central a lista de candidatos à sua sucessão como Presidente da República.

"A comissão política submeterá ao Comité Central as propostas referentes às candidaturas da Frelimo a Presidente da República o mais breve possível, tendo em conta o calendário eleitoral", disse Filipe Nyusi, citando os estatutos, no discurso de encerramento dos dois dias da terceira sessão ordinária do Comité Central da Frelimo, partido que lidera o país desde a independência.

Moçambique vai realizar em 09 de outubro as sétimas eleições presidenciais e legislativas, as segundas para os governadores provinciais e as quartas para as assembleias provinciais.

O atual Presidente da República e da Frelimo está constitucionalmente impedido de voltar a concorrer para a chefia de Estado porque cumpre atualmente o segundo mandato, depois de ter sido eleito em 2015 e reeleito em 2019.

O prazo limite para apresentação ao Conselho Constitucional das listas de candidatos a Presidente da República nas eleições de outubro é 10 de junho.

"A Frelimo é um partido sexagenário, maduro, que sabe conduzir os seus processos de transformação e adaptação às dinâmicas de cada momento da sua história, ciente de que os processos políticos não são estáticos e nem devem ser vistos como os anteriores. Esperamos, como foi deliberado, que dentro de poucos dias este processo encontre o seu desfecho", afirmou, no discurso da sessão de encerramento da sessão ordinária do Comité Central, que arrancou depois das 21:00 locais (20:00 em Lisboa) de 06 de abril, cerca de seis horas depois do anunciado anteriormente.

A escolha do candidato da Frelimo às eleições gerais de 09 de outubro não estava inicialmente na agenda de trabalhos desta reunião, que decorreu na Matola, arredores de Maputo, mas tornou-se no principal tema de debate do órgão máximo entre congressos.

"Ficou vincado durante os nossos trabalhos que daqui para a frente a nossa principal missão é a preparação e organização da vitória da Frelimo, e seu candidato presidencial, nas eleições do 09 de outubro de 2024. Portanto, ficou claro que hoje nos estamos a organizar e estamos a nos organizar para ganhar [...]. Não estranhem quando vencermos, e vencermos bem", afirmou ainda Nyusi.

Leia Também: FMI considera que crescimento de Moçambique será "modesto a médio prazo"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório