Meteorologia

  • 27 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 22º

Exército do Irão confirma ataque de 'drones', mas sem mais detalhes

O Exército iraniano não esclarece se Teerão vai responder ao alegado ataque de Israel contra Isfahan, centro do Irão indicando apenas que os sistemas de defesa neutralizaram "micro 'drones'".  

Exército do Irão confirma ataque de 'drones', mas sem mais detalhes
Notícias ao Minuto

09:36 - 19/04/24 por Lusa

Mundo Israel

"Graças à nossa vigilância, os objetos voadores foram atingidos", disse o comandante-chefe do exército iraniano, major-general Abdul Rahim Mousavi, à agência de notícias de defesa iraniana Defa Press.

Questionado sobre se o Irão vai responder a esta agressão, Mousavi afirmou que a resposta de Teerão "já foi vista", numa aparente referência ao ataque de sábado passado contra Israel.

As autoridades militares iranianas confirmaram que o ataque com 'drones' ocorreu hoje contra a província de Isfahan, centro do Irão, onde se encontram centros de produção de mísseis e instalações nucleares.

"O som [das explosões] está relacionado com disparos de sistemas de defesa em Isfahan", disse o comandante do exército iraniano na província de Isfahan, Siavosh Mihan-Dust, depois de a televisão estatal iraniana ter noticiado que tinham sido ouvidas "fortes explosões" na província.

"Não registámos quaisquer danos ou acidentes", acrescentou.

Uma fonte oficial israelita disse ao jornal norte-americano Washington Post que o ataque aéreo que o Exército levou a cabo no interior do Irão em represália pelo bombardeamento iraniano contra Israel no passado sábado.

Na sequência das explosões, as autoridades aeronáuticas suspenderam os voos em Teerão, Shiraz e Isfahan, mas as viagens foram retomadas horas mais tarde.

Entretanto, a Agência Internacional da Energia Atómica (AIEA) indicou que não houve danos nas instalações nucleares iranianas na sequência do ataque.

O Irão lançou um ataque com mísseis e drones contra Israel no sábado, em retaliação ao bombardeamento contra o consulado iraniano em Damasco, a 01 de abril, que matou sete membros da Guarda Revolucionária.

Israel prometeu retaliar este ataque sem precedentes.

Leia Também: Von der Leyen pede contenção após alegado ataque israelita ao Irão

Recomendados para si

;
Campo obrigatório