Meteorologia

  • 12 JUNHO 2024
Tempo
21º
MIN 15º MÁX 23º

G7 avalia designar Guarda Revolucionária Iraniana como grupo terrorista

Alguns membros do G7 estão a considerar designar a Guarda Revolucionária Iraniana como um grupo terrorista em resposta ao ataque do Irão a Israel no sábado à noite, disse hoje um alto funcionário dos EUA aos jornalistas.

G7 avalia designar Guarda Revolucionária Iraniana como grupo terrorista
Notícias ao Minuto

19:18 - 14/04/24 por Lusa

Mundo Israel

De acordo com a fonte, citada pela agência EFE, durante a reunião de hoje, os líderes do G7 -- o grupo dos países mais ricos - discutiram a designação da Guarda Revolucionária Iraniana como um grupo terrorista e também discutiram a possibilidade de impor mais sanções a Teerão.

Estas questões, de acordo com o funcionário, foram discutidas durante a reunião "com algum pormenor", mas não especificou que países estão a considerar avançar com a medida.

A possibilidade de impor sanções ou de designar a Guarda Revolucionária Iraniana como um grupo terrorista não consta do comunicado conjunto emitido no final da reunião pelos líderes da Itália, Alemanha, Reino Unido, Estados Unidos, Japão, França e Canadá, além dos da União Europeia (UE).

Na declaração conjunta, os países do G7 "condenaram veementemente" o ataque iraniano a Israel, ao qual manifestaram "total apoio", e advertiram o Irão de que "tomarão novas medidas agora" se este país continuar com as suas "iniciativas desestabilizadoras" no Médio Oriente.

A Guarda Revolucionária é um ramo das forças armadas do Irão criado após a Revolução Islâmica de 1979.

Vários países designaram a Guarda Revolucionária Iraniana ou algumas das suas unidades como organizações terroristas.

Em particular, os Estados Unidos designaram a Força Quds, uma unidade especial da Guarda Revolucionária Iraniana, como um grupo terrorista em 2007 e, em 2019, sob a administração de Donald Trump (2017-2021), a própria Guarda Revolucionária foi colocada na lista negra como um grupo terrorista.

O Canadá sancionou vários membros da Guarda Revolucionária Iraniana no passado e o primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, disse em janeiro deste ano que o seu governo estava a considerar formas de incluir a Guarda Revolucionária na sua lista de organizações terroristas.

Leia Também: G7 avisa Irão que tomará novas medidas se país continuar ataques a Israel

Recomendados para si

;
Campo obrigatório