Meteorologia

  • 19 ABRIL 2024
Tempo
20º
MIN 15º MÁX 21º

"Putin nunca dirá o seu nome". O momento em que U2 homenagearam Navalny

A banda sublinhou que o opositor russo abdicou da sua liberdade e que, em quase dois anos de guerra na Ucrânia, as pessoas continuam a lutar e a morrer na luta contra o regime russo.

Notícias ao Minuto

10:50 - 20/02/24 por Notícias ao Minuto

Mundo Guerra na Ucrânia

A banda irlandesa U2 homenageou, durante um concerto em Las Vegas, nos Estados Unidos, o principal opositor russo, Alexei Navalny, que morreu na semana passada.

O momento aconteceu cerca de 24 horas depois da morte de Navalny ter sido anunciada, e a banda irlandesa aproveitou estar em palco para recordar que o nome deste opositor ao regime russo não só deve ser lembrado, mas também dito.

“Na próxima semana farão dois anos desde que [Vladimir] Putin invadiu [a Ucrânia]. Para estas pessoas, liberdade não é só uma palavra numa música. Para eles, liberdade é a palavra mais importante no mundo. Tão importante que os ucranianos estão a lutar e a morrer por ela. Tão importante que Alexei Navalny escolheu abdicar da sua”, referiu o vocalista, Bono, num momento registado e partilhado na conta oficial da banda na rede social X (antigo Twitter).

Bono foi aplaudido pela multidão, e continuou a homenagem. “Aparentemente, Putin nunca dirá o seu nome. Então pensei que as pessoas que acreditam em liberdade, nós, temos de dizer o nome dele. Não apenas lembrá-lo, mas dizê-lo”, continuou, dizendo o nome do opositor várias vezes – som que foi reproduzido por quem assistia ao concerto.

Veja o momento na galeria acima.

Leia Também: Opositor russo Yashin promete continuar a "combater a tirania" de Putin

Recomendados para si

;
Campo obrigatório