Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2024
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 16º

Homem que fingiu morte há 10 anos encontrado a morar na Grécia

"Não é homem, não é pai. Não há palavras para descrever isso", declarou a ex-mulher, perplexa com a descoberta.

Homem que fingiu morte há 10 anos encontrado a morar na Grécia
Notícias ao Minuto

12:10 - 22/09/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Insólito

Um processo de divórcio com um final absolutamente inesperado foi revelado, esta semana, na televisão pública italiana (RAI). Um homem, natural de Ancona, em Itália, que fingiu o suicídio há dez anos, foi encontrado agora a morar na Grécia.

O caso remonta a julho 2013, como conta o Corriere della Sera. Adamo Guerra escreveu uma carta de despedida aos pais, a pedir que ajudassem a mulher, de quem estava separado, e as filhas ainda menores após a sua morte.

Apesar do corpo nunca ter sido encontrado, a família presumiu que tivesse morrido afogado, pois o carro foi encontrado no porto de Ancona.

Contudo, a realidade era muito diferente. Adamo, que tem agora 55 anos, viajou de barco para a cidade grega de Petras, onde vive desde o seu desaparecimento.

A descoberta foi feita depois de a mulher ter iniciado o processo de divórcio. Segundo, Raffaella, que foi ao programa 'Chi'ha visto?' ('Terá visto?', em português) transmitido pela RAI, quando fez o pedido de divórcio – uma vez que o marido nunca chegou a ser dado como morto pelas autoridades italianas– o advogado ligou-lhe a dizer que este "não era uma pessoa desaparecida".

Adamo Guerra tinha solicitado, em 2022, a residência como cidadão italiano na Grécia. Raffaella pensou que se tratava de roubo de identidade, no entanto, para esclarecer todas as dúvidas recorreu ao programa de televisão que procura pessoas desaparecidas.

Quando viu as imagens do marido a passar durante a emissão, nem queria acreditar. Adamo confirmou à produção do programa a sua identidade e pediu que estes agissem como se não o tivessem encontrado.

"Não é homem, não é pai, não é nada. Não há palavras para descrever isto", declarou Rafaella, perplexa com a descoberta, lembrando que foram anos de sofrimento, principalmente, para os pais de Adamo e para as filhas que, na altura do desaparecimento, eram apenas umas crianças.

Leia Também: Tropeça na porta da máquina de lavar loiça, cai em cima de faca e morre

Recomendados para si

;
Campo obrigatório