Meteorologia

  • 20 JULHO 2024
Tempo
25º
MIN 19º MÁX 27º

Separatistas arménios acusam Azerbaijão de violar cessar-fogo

Os separatistas arménios acusaram hoje o Azerbaijão de violar o cessar-fogo em vigor desde quarta-feira em Nagorno-Karabakh, após terem sido ouvidos tiros na cidade de Stepanakert, uma acusação negada pelas autoridades azeris.

Separatistas arménios acusam Azerbaijão de violar cessar-fogo
Notícias ao Minuto

11:10 - 21/09/23 por Lusa

Mundo Nagorno-Karabakh

Os tiros foram ouvidos cerca das 12h15 locais (09h15 em Lisboa), noticiou a agência francesa AFP, desconhecendo-se a origem dos disparos.

"As forças armadas do Azerbaijão utilizaram várias armas a partir das imediações de Stepanakert, violando o acordo de cessar-fogo", afirmaram os separatistas nas redes sociais, citados pela AFP.

A acusação foi rejeitada pelo Ministério da Defesa do Azerbaijão, que a qualificou como desinformação.

As alegações surgiram no primeiro dia de negociações entre os separatistas da autoproclamada República de Nagorno-Karabakh e o Azerbaijão, realizadas na cidade azeri de Yevlakh, cerca de 300 quilómetros a oeste de Baku.

Os separatistas arménios de Nagorno-Karabakh anunciaram na quarta-feira que aceitavam depor as armas e negociar a reintegração no Azerbaijão da parte do território do sul do Cáucaso que controlavam.

A decisão ocorreu um dia depois de o Azerbaijão ter lançado uma operação militar no território azeri de população maioritariamente arménia, que os separatistas disserem ter causado duas centenas de mortos e mais de quatro centenas de feridos.

O Ministério da Defesa russo anunciou que dois soldados russos foram mortos na quarta-feira em Nagorno-Karabakh, quando a viatura em que seguiam foi atingido por fogo.

O cessar-fogo foi mediado pela força de manutenção da paz que a Rússia tem em Nagorno-Karabakh desde a guerra de 2020, quando o Azerbaijão recuperou parte do território que tinha perdido anteriormente para os separatistas arménios.

Leia Também: Nagorno-Karabakh: Azerbaijão e separatistas arménios iniciam negociações

Recomendados para si

;
Campo obrigatório