Meteorologia

  • 23 FEVEREIRO 2024
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 14º

Zelensky culpa "terroristas russos" de ataque "brutal" em Kramatorsk

O presidente da Ucrânia recordou ainda o ataque de há um ano ao centro comercial em Kremenchuk, no mesmo distrito.

Zelensky culpa "terroristas russos" de ataque "brutal" em Kramatorsk
Notícias ao Minuto

22:43 - 27/06/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Guerra na Ucrânia

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, condenou os ataques com mísseis que atingiram o centro da cidade de Kramatorsk esta terça-feira e recordou o ataque de há um ano ao centro comercial no mesmo distrito.

"Exatamente no dia de aniversário do ataque terrorista russo em Kremenchuk, no centro comercial, onde morreram 22 pessoas, russos selvagens dispararam novamente mísseis no distrito de Kremenchuk", frisou Zelensky, durante o seu discurso noturno, citado pela Sky News.

Referindo-se ao ataque levado a cabo esta terça-feira, o presidente da Ucrânia culpou ainda "os terroristas russos" pelo "bombardeamento brutal em Kramatorsk". "Infelizmente, há mortos e feridos. Está a ser prestada assistência. Os escombros estão a ser removidos", acrescentou.

"Cada manifestação de terror prova repetidamente para nós e para o mundo inteiro que a Rússia merece apenas uma coisa como resultado de tudo o que fez - derrota e um tribunal, julgamentos justos e legais contra todos os assassinos e terroristas russos", frisou ainda.

São já pelo menos quatro mortos e dezenas de feridos num ataque com mísseis russos no centro da cidade de Kramatorsk, no leste da Ucrânia, segundo as autoridades locais, citadas pela CNN Internacional.

Uma menina de 17 anos está entre os mortos e um bebé de oito meses está entre os 42 feridos, informou a Procuradoria-Geral da Ucrânia.

"No epicentro da explosão também estavam prédios de apartamentos, estabelecimentos comerciais, carros, correios e outros edifícios, nos quais janelas, vidros e portas explodiram", disse o comunicado do procurador-geral, acrescentando que as equipas de resgate ainda estão a trabalhar para localizar vítimas sob os escombros.

Leia Também: Kramatorsk. EUA condenam "ataques brutais russos contra povo da Ucrânia"

Recomendados para si

;
Campo obrigatório