Meteorologia

  • 05 MARçO 2024
Tempo
14º
MIN 8º MÁX 16º

Kramatorsk. EUA condenam "ataques brutais russos contra povo da Ucrânia"

As palavras são de um porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, citado pela Reuters, quando questionado sobre o ataque desta terça-feira, que fez pelo menos três mortos e 25 feridos.

Kramatorsk. EUA condenam "ataques brutais russos contra povo da Ucrânia"
Notícias ao Minuto

21:19 - 27/06/23 por Notícias ao Minuto

Mundo Guerra na Ucrânia

A Casa Branca condenou a Rússia pelos "ataques brutais" contra o povo da Ucrânia, após mísseis russos terem atingido o centro da cidade de Kramatorsk esta terça-feira, prometendo continuar ao lado da Ucrânia.

"Condenamos os ataques brutais da Rússia contra o povo da Ucrânia, que causaram morte e destruição generalizadas e tiraram a vida de tantos civis ucranianos", referiu um porta-voz do Conselho de Segurança Nacional da Casa Branca, citado pela Reuters, quando questionado sobre o ataque.

Já no domingo o presidente Joe Biden disse ao presidente ucraniano Volodymyr Zelenskiy que os Estados Unidos "continuarão ao lado da Ucrânia e fornecerão armas e equipamentos para se defender contra a agressão russa".

Recorde-se que pelo menos três pessoas morreram, entre elas uma criança, e 25 ficaram feridas esta terça-feira num ataque russo que atingiu um restaurante em Kramatorsk, no leste da Ucrânia.

O ataque aconteceu por volta das 19h30, horário local, disse Pavlo Kyrylenko, autarca da região de Donetsk, à TV estatal ucraniana, e atingiu o centro da cidade.

O Ministério da Administração Interna da Ucrânia revelou que está em curso uma operação de resgate para procurar possíveis vítimas do ataque.

"A análise dos destroços está em andamento. De acordo com as informações disponíveis, podem lá estar pessoas. As equipas de resgate e da polícia trabalham no local", refere um comunicado do ministério na rede social Telegram.

Leia Também: Ucrânia. Pelo dois mortos num ataque contra restaurante em Kramatorsk

Recomendados para si

;
Campo obrigatório