Meteorologia

  • 20 JULHO 2024
Tempo
26º
MIN 19º MÁX 27º

Oceano Pacífico regista forte sismo pelo segundo dia consecutivo

A zona do oceano Pacífico situada junto ao arquipélago da Nova Caledónia registou hoje, pelo segundo dia consecutivo, um forte sismo.

Oceano Pacífico regista forte sismo pelo segundo dia consecutivo
Notícias ao Minuto

06:15 - 20/05/23 por Lusa

Mundo Nova Caledónia

O tremor de magnitude 7,1 na escala de Richter foi detetado a 35 quilómetros de profundidade, a cerca de 300 quilómetros a leste da costa da Caledónia, anunciou o instituto americano de geofísica (USGS, na sigla em inglês).

O centro de alerta de tsunamis do Pacífico (PTWC, na sigla inglesa) não emitiu um alerta de tsunami, mas alertou para a possibilidade de formação de ondas inferiores a 30 centímetros.

As ondas podem atingir as ilhas do Pacífico de Fiji, Kiribati, Vanuatu e Wallis e Futuna, disse o PTWC, num raio de 300 quilômetros do epicentro.

O USGS detetou na sexta-feira um tremor de magnitude 7,7 na escala de Richter foi detetado a 37 quilómetros de profundidade, perto das ilhas Loyalty e a 333,8 quilómetros a sudeste da costa da Nova Caledónia.

O sismo de sexta-feira levou o PTWC a emitir um alerta de tsunami, que levou à retirada da população da costa da Nova Caledónia. O alerta foi cancelado mais de três horas depois.

O PTWC tinha dito que "era possível" uma onda de maré num raio de mil quilómetros ao redor do epicentro, nomeadamente ondas de até três metros no país insular de Vanuatu.

O alerta de tsunami levou a polícia e os bombeiros a ordenarem a retirada da população da costa da Nova Caledónia.

As sirenes anti-tsunami foram acionadas e a população foi aconselhada a afastar-se da costa, disse à rádio o diretor da proteção civil da Nova Caledónia, o coronel Marchi Leccia.

Um jornalista da Nova Caledónia disse que "sentiu um forte tremor durante pelo menos 15 a 20 segundos".

O choque foi particularmente sentido em Lifou, nas ilhas Loyalty.

A Nova Caledónia situa-se no denominado "anel de fogo" do Pacífico, zona de grande atividade sísmica e vulcânica, onde são registados cerca de 7.000 terramotos a cada ano, a maioria deles moderados.

Leia Também: Nova Caledónia. Alerta de tsunami cancelado após retirada da população

Recomendados para si

;
Campo obrigatório