Meteorologia

  • 07 JUNHO 2023
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 25º

Guiné-Bissau. Ministro das Finanças promete "disciplina orçamental"

O ministro das Finanças da Guiné-Bissau, Ilídio Té, prometeu hoje mais rigor e disciplina orçamental, depois de o Fundo Monetário Internacional ter aprovado o Programa de Financiamento Ampliado no valor de 35,3 milhões de euros.

Guiné-Bissau. Ministro das Finanças promete "disciplina orçamental"

"O país cumpriu, mostrou disciplina orçamental e que está para cumprir. Finalmente conseguimos e o que se segue é continuar a cumprir com disciplina orçamental, reduzir a despesa e ter mais capacidade de arrecadar receita, ou seja, vamos entrar nos eixos", afirmou Ilídio Té.

O ministro das Finanças falava aos jornalistas no final da cerimónia de assinatura de dois projetos com o Banco Mundial, orçados em 50 milhões de dólares (cerca de 46 milhões de euros).

"Nós já temos uma viatura na estrada e não a podemos deixar sair da estrada. Posso assegurar que todas as despesas vão ser revistas duas ou três vezes. Temos de ter mais rigor, mais disciplina orçamental, porque temos a primeira avaliação em março", precisou Ilídio Té.

O ministro explicou também que o programa com o FMI é fundamental para haver mais apoios internacionais, exemplificando com os acordos hoje assinado com o Banco Mundial e os apoios orçamentais dados por Portugal, França e Espanha.

O Programa de Financiamento Ampliado para a Guiné-Bissau para os próximos três anos, no valor de 38,4 milhões de dólares (35,3 milhões de euros) visa garantir a sustentabilidade da dívida e o crescimento económico.

O programa tem a duração de 36 meses, sendo que a decisão permite o desembolso imediato de 3,2 milhões de dólares (quase 3 milhões de euros).

Leia Também: Banco Mundial apoia Guiné-Bissau no setor público e proteção da costa

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório