Meteorologia

  • 01 MARçO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 15º

Detidos dois suspeitos pela morte de seis latinos na Califórnia

Dois suspeitos do assassínio de seis membros de uma família latina ocorrido em janeiro na Califórnia, entre os quais uma mãe adolescente e um bebé, foram hoje detidos, informou o xerife do condado de Tulare.

Detidos dois suspeitos pela morte de seis latinos na Califórnia
Notícias ao Minuto

06:28 - 04/02/23 por Lusa

Mundo EUA

Mike Boudreaux, que não identificou os homens, explicou à imprensa que se trata de um homem de 25 anos e outro de 35 anos que foi ferido durante um tiroteio durante a detenção.

Boudreaux havia confirmado que as seis vítimas morreram por ferimentos de bala numa área agrícola do Vale Central da Califórnia.

Alissa Parraz, de 16 anos, e o seu bebé, Nycholas Parraz, de 10 meses, foram baleados na cabeça.

O xerife pediu ao governador da Califórnia, Gavin Newsom, que permitisse a pena de morte para os responsáveis pelo homicídio.

Boudreaux disse que está a investigar se as mortes estão relacionadas com o tráfico de droga.

O crime ocorreu na madrugada de 16 de janeiro numa casa na cidade de Goshen, uma comunidade agrícola em Tulare.

Os investigadores estavam a procurar pelo menos dois assaltantes, que se acredita estarem envolvidos no ataque.

O xerife enfatizou que o crime "não foi um ato aleatório de violência", dizendo que "se tratava de uma família marcada".

Três pessoas sobreviveram ao ataque, uma delas conseguiu chamar a polícia.

A jovem mãe e o bebé tentaram fugir da residência, mas foram mortos na rua, segundo o xerife.

Boudreaux afirmou que o massacre foi "deliberado, intencional e horrível".

Leia Também: Despedido 6.º agente envolvido na morte de Tyre Nichols

Recomendados para si

;
Campo obrigatório