Meteorologia

  • 05 FEVEREIRO 2023
Tempo
15º
MIN 8º MÁX 18º

Londres revê procedimento que permitiu grupo Wagner processar jornalista

O governo britânico anunciou hoje que vai reexaminar os procedimentos que permitiram ao chefe do grupo paramilitar russo privado Wagner levar um jornalista do Reino Unido a tribunal, depois das revelações de um sítio de investigação ter causado indignação.

Londres revê procedimento que permitiu grupo Wagner processar jornalista

Segundo estes procedimentos, o Ministério das Finanças pode autorizar advogados britânicos, no quadro de um processo judicial, representar uma pessoa sujeita a sanções.

Segundo o sítio de jornalismo de investigação openDemocracy, baseado no Reino Unido, o Serviço de Aplicação de Sanções Financeiras (OFSI, na sigla em Inglês), que depende das Finanças, concedeu esta autorização em proveito do chefe do Wagner, Yevgeny Prigozhin, que lhe permitiu processar o jornalista britânico Eliot Higgins, do sítio de investigação jornalística Bellingcat.

Este meio, baseado nos Países Baixos, publicou vários artigos sobre o grupo Wagner, que operou muito tempo na sombra, mas que se tornou muito mais visível depois da invasão russa da Ucrânia.

Yevgeny Prigozhin está sob sanções do Reino Unido desde 2020.

A revelação da informação, obtida através de pirataria informática de um dos mais importantes escritórios de advogados russos, pelo openDemocracy suscitaram indignação no Reino Unido.

Questionado no parlamento, o secretário das Finanças, James Cartlidge, recusou comentar o caso, mas adiantou que os procedimentos do OFSI estavam a ser apreciados.

"O Tesouro está a estudar se esta abordagem é a correta e se as mudanças podem ser feitas, sem que o Tesouro tenha de enfrentar um risco legal inaceitável e garantindo-nos que respeitamos a lei", disse.

Acrescentou que as decisões do OFSI não dependem dos ministros e apelou a que não se politizasse o caso.

Mas a oposição trabalhista acusou o governo conservador de "complacência", criticando o fracasso dos conservadores na contenção do dinheiro sujo proveniente da Federação Russa, apesar de se terem comprometido a fazê-lo.

"O governo concedeu uma derrogação a um chefe militar, permitindo-lhe laçar um ataque em justiça contra um jornalista britânico", denunciou David Lammy, que tem o pelouro dos Negócios Estrangeiros no Partido Trabalhista.

Na sua opinião, o processo promovido por Yevgeny Prigozhin, que acabou depois da invasão russa da Ucrânia, é o "exemplo perfeito" de uma tentativa de reduzir ao silêncio os críticos, através da ameaça financeira".

No ano passado, o governo conservador tinha prometido "reprimir as elites corruptas", que abusam do sistema jurídico.

Mas ainda não apresentou qualquer projeto de lei neste sentido. Porém, Cartlidge assegurou que tal será feito "quando o calendário parlamentar o permitir".

Leia Também: CIA e Zelensky discutem assassinato de líder do Grupo Wagner? "Boa ideia"

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sétimo ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório