Meteorologia

  • 18 JULHO 2024
Tempo
31º
MIN 17º MÁX 33º

Vídeo mostra momento em que bolsonaristas vandalizam Palácio do Planalto

Polícia Militar conseguiu recuperar o controlo das sedes dos três poderes, numa operação de que resultaram cerca de 1.500 detidos.

Vídeo mostra momento em que bolsonaristas vandalizam Palácio do Planalto
Notícias ao Minuto

11:14 - 16/01/23 por Notícias ao Minuto com Lusa

Mundo Brasil

O dia 8 de janeiro de 2023 ficará sempre marcado pela invasão (e vandalismo) por parte de apoiantes de Jair Bolsonaro, o ex-presidente do Brasil, aos três poderes - as sedes do Supremo Tribunal Federal, do Congresso e do Palácio do Planalto, em Brasília. 

Um vídeo da Globo, que agora veio a público, mostra os autores dos crimes a vandalizarem o Palácio do Planalto. Neste, é possível ver os invasores a atirarem extintores às janelas, vidros e câmaras de vigilância da sede do poder executivo. 

Foi também captado o momento em que um relógio histórico foi destruído. De acordo com o canal, trata-se de uma peça que D. João VI levou para o Brasil no ano de 1808, que foi atirada deliberadamente ao chão por um dos agressores. 

Outra das peças atingida foi o quadro 'As Mulatas', do pintor brasileiro Di Cavalcanti, atacada com um objeto perfurante por sete vezes. 

Ora veja as imagens da Globo: 

A Polícia Militar conseguiu recuperar o controlo das sedes dos três poderes, numa operação de que resultaram cerca de 1.500 detidos.

A invasão começou depois de militantes da extrema-direita brasileira apoiantes do anterior presidente, derrotado por Lula da Silva nas eleições de outubro passado, terem convocado um protesto para a Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

O juiz do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes afastou o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, por 90 dias, considerando que tanto o governador como o ex-secretário de Segurança e antigo ministro da Justiça de Bolsonaro Anderson Torres terão atuado com negligência e omissão.

Leia Também: Manifestantes exigem condenação de "inimigos da liberdade" no Brasil

Recomendados para si

;
Campo obrigatório