Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2022
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 15º

Ucrânia. Charles Michel reitera que Moscovo é o único agressor

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, reiterou hoje que na guerra na Ucrânia, o único agressor é a Rússia, reagindo ao anúncio de Moscovo sobre a mobilização parcial no país.

Ucrânia. Charles Michel reitera que Moscovo é o único agressor

"Nesta guerra, há apenas um agressor, a Rússia, e um país agredido, a Ucrânia", escreveu Michel na sua conta na rede social Twitter, acrescentando que o apoio da União Europeia à Ucrânia e manterá firme.

"O Kremlin anuncia a mobilização no Dia Internacional da Paz 2022, enquanto, na Assembleia Geral da ONU, os países trabalham para a cooperação, segurança e prosperidade", salientou ainda.

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou hoje uma "mobilização parcial" dos cidadãos do país, quando a guerra na Ucrânia está quase a chegar ao sétimo mês do conflito, numa mensagem dirigida à nação.

A medida, que entra já em vigor, obedece à necessidade de defender a soberania e a integridade territorial do país, sublinhou o chefe de Estado russo, na mensagem transmitida pela televisão.

A Rússia, que invadiu a Ucrânia em 24 de fevereiro, está pronta a utilizar "todos os meios" ao seu dispor para "se proteger", declarou Putin, que acusou o Ocidente de procurar destruir o país.

Leia Também: Ucrânia. UE vê "sinal de desespero de Putin" em mobilização e referendos

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório