Meteorologia

  • 12 ABRIL 2024
Tempo
20º
MIN 15º MÁX 27º

Sobrevivente de Uvalde que vivia perto do atirador vai ter uma nova casa

Mayah Zamora passou 66 dias no hospital, e foi lá que descobriu que vivia a alguns quarteirões do atirador, Salvador Ramos, que morreu depois de assassinar 21 pessoas, entre as quais 19 crianças.

Sobrevivente de Uvalde que vivia perto do atirador vai ter uma nova casa
Notícias ao Minuto

11:09 - 26/08/22 por Notícias ao Minuto

Mundo Tiroteios EUA

Uma das sobreviventes do tiroteio numa escola primária em Uvalde, no estado norte-americano do Texas, vai ter uma casa nova.

"Durante a sua estadia no hospital a Mayah descobriu que o atirador vivia apenas a alguns quarteirões da sua casa", explicou em comunicado citado pela CNN a fundação que impulsionou alguns doadores a ajudarem a construir uma casa para ela.

Sentindo-se insegura por voltar a casa, a fundação do jogador de basebol Carlos Correa arranjou patrocinadores. Já a mobília será doada por um grande empresário do Texas, Jim McIngvale.

Todos os meses uma criança aparece nos jogos de basebol, uma iniciativa pensada pelo jogador quando teve conhecimento do massacre em Uvalde. "Mandei uma mensagem [ao presidente da fundação] a dizer: 'Temos que arranjar forma de ajudar as crianças'. E ele acabou por entrar em contacto com a Mayah e a sua família, e estamos aqui para eles e tudo aquilo de que eles precisarem", garantiu Correa, citado pela CNN.

A estrela de basebol explicou como a motivação para ajudar as vítimas começoue

O anúncio foi feito na terça-feira durante um jogo na cidade texana de Houston, durante o qual a criança, de 10 anos, fez um lançamento e foi aplaudida por todos. 

Mayah foi a última sobrevivente do tiroteio, que aconteceu em maio, a sair do hospital, tendo sido submetida a mais de 20 cirurgias. A criança tinha ferimentos de balas nos braços, peito  costas. O momento em que Mayah abandonou o hospital de San António foi registado e partilhado nas redes sociais.

Leia Também: Google Maps vai indicar que clínicas e hospitais realizam abortos nos EUA

Recomendados para si

;
Campo obrigatório